Magistério Primário de Faro rende 1,7 milhões

Magistério Primário de Faro rende 1,7 milhões

508
PARTILHE
Câmara de Faro arrecada receita com a venda do edifício
Câmara de Faro arrecada receita com a venda do edifício

O antigo Magistério Primário de Faro foi na passada sexta-feira arrematado em hasta pública por 1,7 milhões de euros, disse o presidente do município, sublinhando que o edifício pode ajudar a revitalizar a zona histórica da cidade.

“O objectivo principal é ter a economia a funcionar, é ter ali um equipamento que possa trazer pessoas, possa revitalizar aquela zona”, explicou à Lusa o presidente da Câmara de Faro, Rogério Bacalhau.

O edifício que outrora acolhia a formação de professores primários no Algarve, encerrado há mais de 30 anos, foi alvo de quatro hastas públicas desde 2010 e foi na sexta-feira a leilão com o valor base de um milhão de euros. Teve três licitadores e foi adquirido pelo empresário João Rodrigues.

“Vender por 1,7 milhões de euros é muito positivo para nós, é evidente que isso pode melhorar substancialmente a nossa intervenção no concelho”, admitiu Rogério Bacalhau.

Para o imóvel, os edifícios anexos e áreas não edificadas da propriedade – que totalizam aproximadamente 5.300 metros quadrados, no coração da zona histórica da capital algarvia – já foi pensado um hotel de charme, mas Rogério Bacalhau disse que cabe aos novos proprietários delinear o seu futuro.

(Agência Lusa)

Facebook Comments

Comentários no Facebook