Vinho em destaque na FATACIL deste ano

Vinho em destaque na FATACIL deste ano

516
PARTILHE
A apresentação da FATACIL teve lugar na Quinta dos Vales em Estômbar
A apresentação da FATACIL teve lugar na Quinta dos Vales em Estômbar

A 36ª FATACIL – Feira de Artesanato, Turismo, Agricultura, Comércio e Indústria de Lagoa vai decorrer entre 21 e 30 de Agosto no Parque Municipal de Feiras e Exposições.

A sua apresentação teve lugar na sexta-feira passada, na Quinta dos Vales, em Estômbar, tendo contado com a presença de Francisco Martins, presidente da Câmara de Lagoa, acompanhado pelo vereador Luís Encarnação (responsável pelo pelouro da FATACIL), o director-adjunto da Direcção Regional de Agricultura e Pescas, José Graça, o responsável pelo Sector Equestre, Emídio Paias, e o produtor de Espectáculos, André Sardet.

Trata-se de uma das maiores feiras nacionais, que tem, este ano, como tema o Vinho e a Vinha – no âmbito da programação do Município de Lagoa para 2015: “Ano do Vinho e da Vinha – Lagoa Sabor da Cultura” – e integra uma grande Mostra de Vinhos Portugueses, de diversas regiões vitivinícolas nacionais, com a presença de empresas produtoras e distribuidoras das regiões do Algarve, Alentejo, Península de Setúbal, Ribatejo, Lisboa, Beira Interior, Dão, Bairrada, Douro, Vinhos Verdes, Madeira. Cada dia do programa da FATACIL 2015 terá um tema com actividades alusivas ao mesmo.

Conforme refere a autarquia lagoense em nota de imprensa “é indiscutível a importância da FATACIL na criação de riqueza, concretização de negócios, promoção e comercialização de marcas, produtos e serviços de empresas expositoras e patrocinadores, junto dos residentes e dos turistas nacionais e estrangeiros a passar férias no Algarve, tendo muitos deles já colocado este evento no seu roteiro obrigatório”.

FATACIL regista crescimento de 17%

Este ano a FATACIL regista um crescimento de cerca de 17% em relação a 2014, com 700 expositores: Sector Comercial/Industrial – 275; Sector Artesanato Nacional e Internacional – 200; Sector Institucional – 40; Sector Agro-pecuário – 150 e Sector Gastronómico – 35.

Apresentando artesanato ao vivo; exposição de comércio e indústria; gastronomia variada; espectáculos equestres: Noite Ibérica – A Arte Equestre Portuguesa e Espanhola, Doma Natural de Cavalos, Concursos de Saltos de Obstáculos, de Modelo e Andamentos, Equitação de Trabalho, Desfile de Trajes à Portuguesa, Apresentação do Centro Hípico Belmonte, Baptismos Equestres e Exposição de 100 Cavalos Lusitanos; exposição de animais, parque de diversões; animações de rua e concertos com artistas de renome, a 36ª FATACIL irá contar com três palcos: o Palco Fatacil (principal) situado no mesmo local de 2014, mas com maior capacidade para público, devido a alterações feitas no seu posicionamento – Concertos (22.30 h): dia 21, Carminho; dia 22, Os Azeitonas; dia 23, David Carreira; dia 24, The Black Mamba; dia 25, Quim Barreiros; dia 26, Amor Electro; dia 27, João Pedro Pais; dia 28, Richie Campbell; dia 29, Daniela Mercury e dia 30, Anselmo Ralph; o Palco Lagoa, no recinto das Tasquinhas, onde actuarão artistas locais e regionais, com o principal objectivo de promover os valores do concelho de Lagoa em particular e do Algarve em geral. Neste palco, nos três últimos dias da Feira, vão realizar-se, pela primeira vez, “After Hours”, da 1 às 3 horas, com música de dj’s; o Palco Cultura, situado junto ao restaurante principal, vai ter como cartaz a actuação de Ranchos Folclóricos do barlavento ao sotavento algarvio.

Feira terá cerca de 40% de expositores novos

O Espaço “aMARaTERRA” (grande mostra dos produtos de excelência do Algarve) é coordenado pela Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve, parceiro institucional do Município de Lagoa, desde 1996, promovendo e valorizando os Produtos de Qualidade da região do Algarve, dando-os a conhecer aos algarvios e a todos aqueles que visitam a região.

Como novidades, a FATACIL 2015 terá cerca de 40% de expositores novos, mais artesãos a trabalhar ao vivo, maior diversidade regional no sector gastronómico, maior oferta cultural e de projectos interactivos com os visitantes, aumento da capacidade dos parques de estacionamento, reforço dos meios de prevenção e emergência médica da feira, nomeadamente com a certificação de DAE (Desfibrilhação Automática Externa), criação no recinto da feira de um espaço para colóquios e palestras integrados no programa e, pela primeira vez, o lançamento de uma pulseira-passe para os dez dias, com o valor de 20 euros, custando o bilhete individual 3,50 e o bilhete para família de quatro pessoas, 12,50 euros.

O horário da feira é das 18 à 1 hora.

Facebook Comments

Comentários no Facebook