Festival da Sardinha atrai 25 mil no primeiro dia

Festival da Sardinha atrai 25 mil no primeiro dia

567
PARTILHE
Até dia 16 de Agosto a sardinha é rainha em Portimão
Até dia 16 de Agosto a sardinha é rainha em Portimão

O primeiro dia do Festival da Sardinha atraiu ontem cerca de 25 mil pessoas à zona ribeirinha de Portimão (dados fornecidos pela PSP local), onde não faltou a boa música com um espectáculo de Tony Carreira/Festa Continente e animação para toda a família.

O festival, que decorre na Zona Ribeirinha de Portimão até 16 de Agosto, é um dos principais cartões-de-visita do município e homenageia as raízes da sociedade local, ligada intimamente à pesca e à indústria conserveira.

“O característico aroma da sardinha assada que se fez sentir junto à Antiga Lota nos pontos de venda da sardinha no pão e nos restaurantes aderentes fez prova que a boa sardinha come-se em Portimão, e foram milhares os visitantes que puderam deliciar-se na zona ribeirinha”, refere a câmara portimonense na nota de imprensa que enviou à nossa redacção.

Até 16 de Agosto a sardinha é rainha nos seis restaurantes aderentes que dispõem do Prato “Festival” (sete euros) constituído por uma fatia de pão, quatro sardinhas, batata cozida e salada à algarvia. Restaurantes aderentes: À Ravessa; Meco; Peixarada; Forte e Feio; Zizá e Retiro do Peixe Assado.

A sardinha no pão está à venda nos pontos da GEJUPCE e do Boa Esperança junto à Antiga Lota. Para os que menos apreciarem a sardinha assada, os menus de petiscos regionais são uma opção.

Festival conta com mais de 35 expositores

Para além da sardinhada e de outros petiscos, o artesanato também tem uma presença forte, havendo ainda stands dedicados à doçaria e a outros produtos regionais em mais de 35 expositores que participam no festival.

No palco principal, diariamente às 22 horas, um cartaz musical de grande qualidade com: Dia 13/08 – Volume2dois; Dia 14/08 – Tiago Bettencourt; Dia 15/08 – Diogo Piçarra; Dia 16/08 – António Zambujo.

Em paralelo, todos os dias actuam ao longo da zona ribeirinha ranchos folclóricos e acordeonistas, enquanto no coreto junto à Casa Inglesa a animação musical, a cargo da Junta de Freguesia de Portimão, será uma constante com sonoridades várias que vão desde o Fado à Música Popular e Música anos 60, 70 e 80.

O Festival decorre no eixo da zona ribeirinha, entre a zona “Entre Pontes” e o Museu de Portimão, estando concentrada à área exposicional, o palco principal e sardinha no pão entre o Coreto e a Antiga Lota, decorre das 19 à 1 hora e é de acesso livre.

O evento é organizado pela Câmara de Portimão, e conta com o patrocínio do grupo NoSoloágua; Algareventos; Delta Cafés; Unicer/Super Bock; Dona Barca; Pastelaria Arade; Socialgar Seguros; a que se associam como parceiros a ATP – Associação Turismo de Portimão; o Turismo do Algarve, a Junta de Freguesia de Portimão; APS – Administração do Porto Sines; EMARP e a Associação de Bombeiros Voluntários de Portimão e tem como rádio oficial, Alvor FM.

Toda a programação do Festival da Sardinha pode ser consultada em www.festivaldasardinha.pt.

Facebook Comments

Comentários no Facebook