Junta de Freguesia do Montenegro inaugurou nova sede

Junta de Freguesia do Montenegro inaugurou nova sede

506
PARTILHE
Momento em que foi descerrada a placa alusiva à inauguração da nova sede da Junta de Freguesia do Montenegro
Momento em que foi descerrada a placa alusiva à inauguração da nova sede da Junta de Freguesia do Montenegro

As novas instalações da Junta de Freguesia do Montenegro, em Faro, foram inauguradas no passado Sábado, numa sessão que contou com as presenças do presidente da Junta de Freguesia Steven Sousa Piedade, do presidente da Câmara de Faro, Rogério Bacalhau, e do secretário de Estado Adjunto do Ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Pedro Lomba.

A nova sede da Junta de Freguesia de Montenegro representa um investimento de 89.500 euros, com uma área total de 220 metros quadrados que integram dois pisos e cinco gabinetes, alguns dos quais multifuncionais. O espaço acolhe ainda o serviço dos CTT-Correios de Portugal.

O presidente da Junta de Freguesia destacou “a importância das autarquias locais, especialmente pela sua proximidade às populações” e não deixou de confrontar o presidente da Câmara com um pedido de “mais disponibilidade da Câmara na criação de oportunidades semelhantes às que têm sido proporcionadas às outras freguesias do concelho”.

Para Steven Sousa Piedade “é fundamental haver um esforço conjunto para encontrar soluções, como por exemplo, a que permitiu a recente aquisição de um edifício para instalar uma associação na Bordeira”. O autarca apontou ainda, como uma das áreas prioritárias a exigir a intervenção urgente da Câmara no Montenegro, “a requalificação de várias estradas da freguesia que se encontram seriamente degradadas”.

Na mira do discurso de Steven de Sousa Piedade estiveram também a ANA – Aeroportos de Portugal e a Universidade do Algarve, duas instituições fundamentais existentes no território da freguesia.

“Se houver uma maior coesão de esforços, podemos fazer a grande diferença num futuro muito próximo”, frisou o autarca que, reconhecendo como mais-valia a localização dos referidos pólos de actividade na freguesia.

“A ANA e as empresas de transporte que operam no aeroporto devem cooperar mais com a Junta, sobretudo no que diz respeito ao cumprimento das normas de ocupação do espaço público, de que é exemplo a limpeza de viaturas na berma das estradas o que, para além de ilícito, não dignifica a nossa freguesia”, criticou o autarca, para reclamar também “a alteração da morada fiscal dos alunos que arredam casas no Montenegro, enquanto frequentam a Universidade, contribuindo assim para corrigir o rácio populacional local e aumentar a receita proveniente do Fundo de Financiamento das Freguesias”.

Rogério Bacalhau e Pedro Lomba discursaram na inauguração

Já o presidente da Câmara farense, Rogério Bacalhau, realçou no discurso que “a criação desta sede própria revela uma atitude de coragem e arrojo, em tempos que ainda são complicados, mas que se vai tornar um marco na curta história da freguesia”.

Já o secretário de Estado Pedro Lomba referiu nas palavras proferidas durante a cerimónia que “sem as freguesias, o País não teria tido o progresso, as realizações, o bem-estar e os melhoramentos que tem tido”.

O governante reiterou a importância do poder local e da descentralização de competências, tendo garantido que “este é um caminho essencial e é para continuar”. “O País é cada uma das suas parcelas e é pela vitalidade, riqueza e investimento em cada uma delas, que podemos ter um Portugal melhor”, considerou.

Facebook Comments

Comentários no Facebook