Obras na Barra de Tavira recebem luz verde

Obras na Barra de Tavira recebem luz verde

397
PARTILHE
Obras na barra terão lugar em 2015 e 2016  com os trabalhos a arrancarem no terreno de forma mais visível, previsivelmente, para o próximo ano
Obras na barra terão lugar em 2015 e 2016 com os trabalhos a arrancarem no terreno de forma mais visível, previsivelmente, para o próximo ano

Num despacho conjunto do secretário de Estado Adjunto e do Orçamento e do secretário de Estado do Mar, o Governo autoriza a Direcção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos a assumir o encargo com a empreitada de reabilitação do molhe nascente da Barra de Tavira, uma área de especial perigosidade para todos os que acedem à Ria Formosa através daquela barra, em particular os pescadores locais.

Recorde-se que foram já vários os acidentes e as vítimas que a actual situação da Barra de Tavira provocou, o que torna a intervenção prioritária, determinando o Governo que a despesa de investimento poderá ascender até ao montante máximo de 940 mil euros acrescidos de IVA.

O diploma publicado no dia 9 de Outubro em Diário da República esclarece que “o estado de grande degradação em que se encontra o troço final do molhe nascente da barra de Tavira (cabeça e os cinquenta metros adjacentes), torna necessária a adopção de procedimento pré -contratual para a contratação da «Empreitada de Reabilitação do Molhe Nascente da Barra de Tavira»”.

A empreitada a executar tem por objectivo a reposição das características geométricas e estruturais adequadas ao bom desempenho do molhe como obra de abrigo em relação à agitação incidente, bem como assegurar a manutenção das condições de segurança de navegabilidade na parte inicial do canal de acesso ao porto de Tavira.

A obra avançará em 2015 e 2016, nos termos do respectivo caderno de encargos e pelo período previsível de 12 meses adianta o mesmo diploma legal.

O Governo definiu ainda que os gastos em 2015 deverão atingir os 100 mil euros e em 2016 840mil, o que permite antecipar que a obra só chegará ao terreno em força já no próximo ano.

Facebook Comments

Comentários no Facebook