Vila do Bispo destina verba à ‘Rota Vicentina’

Vila do Bispo destina verba à ‘Rota Vicentina’

508
PARTILHE
A Câmara de Vila do Bispo disponibiliza anualmente à Associação Rota Vicentina 3 mil e 600 euros
A Câmara de Vila do Bispo disponibiliza anualmente à Associação Rota Vicentina 3 mil e 600 euros

A Câmara de Vila do Bispo e a Associação Rota Vicentina assinaram ontem, terça-feira, um protocolo de colaboração que tem como objectivo o desenvolvimento do projecto “Rota Vicentina”, nomeadamente a sua manutenção, gestão e coordenação, bem como a preparação de novas iniciativas que respondam às necessidades do projecto e dos seus beneficiários na área do nosso concelho.

A Rota Vicentina é uma rede de percursos pedestres ao longo do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, que atravessa os municípios de Vila do Bispo, Aljezur, Odemira, Sines e Santiago do Cacém numa aposta unânime entre privados e públicos, que encontram no Turismo de Natureza uma via de desenvolvimento incontornável para esta região.

O referido documento “define as competências de cada uma das partes para, deste modo, alcançar os principais objectivos estabelecidos no mesmo, ou seja, sensibilizar, promover, comercializar, vender, informar e formar”, avança a autarquia vilabispense em nota de imprensa.

Garantir a qualidade do traçado, trilhos e sinalética, dinamizando uma equipa de voluntários que se responsabilizem pela monitorização e trabalhos mais leves, percorrendo todo o traçado anualmente para verificação da condição do mesmo e sinalética existente, envolvendo as juntas de freguesia e o próprio município em casos de maior complexidade técnica; dinamizar toda a componente de sensibilização junto dos diversos públicos-alvo, atendendo às necessidades específicas de comunidades locais e institucionais; promover a Rota Vicentina enquanto infra-estrutura pública e produto turístico do concelho e da região, no pressuposto da sua vertente maioritariamente privada e auto-sustentável, a nível local, nacional e internacional, com todos os meios disponíveis ao seu alcance e em parceria com outras entidades parceiras; investir nos seus activos comerciais e promocionais, dar apoio técnico às empresas locais associadas na correcta exploração comercial da Rota Vicentina, com vista ao aumento do impacto económico do projecto no concelho e na região são algumas das competências da Associação no âmbito deste protocolo.

À Câmara de Vila do Bispo compete “disponibilizar anualmente à Associação o valor de 3 mil e 600 euros, para garantir a execução do projecto em todas as suas vertentes no concelho; apoiar o trabalho técnico de manutenção dos trilhos, colaborar na componente de sensibilização junto dos seus colaboradores, parceiros locais e regionais/nacionais, entre outros”, informa a edilidade.

De salientar, que a Rota Vicentina totaliza 400 quilómetros para caminhar ao longo da mais bela e bem preservada zona costeira do sul da Europa, envolvendo formalmente 120 empresas, o que contribui para o estímulo da economia local, em particular nos períodos de época média e baixa.

Facebook Comments

Comentários no Facebook