Xdream traz Taça de Portugal para São Brás

Xdream traz Taça de Portugal para São Brás

543
PARTILHE
- PUB -
Os senhores do Downhill na comemoração da vitória
Os senhores do Downhill na comemoração da vitória

A Taça de Portugal de downhill foi esta temporada, uma vez mais, trazida para São Brás, consequência da vitória da equipa são-brasense de Xdream/Município de São Brás de Alportel/Motoclube de Faro na prova nacional.

A equipa algarvia levou de vencida a competição na quinta e última etapa da Taça de Portugal de Downhill foi disputada no passado fim de semana, dias 26 e 27 de Setembro, no município de Mujães, Viana do Castelo, na famosa descida da Padela. Após um intenso percurso de dedicação e empenho na luta pelos lugares cimeiros do pódio a nível individual a equipa são-brasense viu o seu esforço recompensado com a vitória da Taça em termos colectivos.

O atleta Silas Grandy também subiu ao primeiro lugar do pódio para arrecadar um merecido primeiro lugar na categoria de juniores, bem como um honroso segundo lugar na classificação geral, separado do primeiro lugar por milésimos de segundos.

Nos Masters 40, Miguel “Mângelo” Santos alcançou o segundo lugar, suficiente para trazer a taça de Masters 40 para a equipa, seguido pelo colega de equipa Rui Cruz.

Na Classe dos menos novos, os Masters 50, José Salgueiro destacou-se dos adversários e foi o grande vencedor da Taça, na sua categoria, somando mais um prémio na sua carreira.

A equipa são-brasense soma já quatro taças de Portugal das oito categorias disponíveis, um feito que reflecte a garra e a paixão desportiva que move os atletas.

A equipa ganhou este ano todas as provas em que participou em termos colectivos, num universo total de 23 equipas federadas, sendo a primeira vez que se consegue o pleno na Taça de Portugal.

Segundo o director desportivo, Rui Cruz, “foi uma época fantástica a todos os níveis e esta quarta taça é a cereja no topo do bolo”.

“Ganhámos tudo o que havia para ganhar e já estamos a preparar a próxima época, quer em termos desportivos, quer em termos organizativos. Só esperamos que este título, inspire os atuais patrocinadores a continuar a apoiar o projecto e que apareçam novos apoios, pois a aposta que queremos fazer na formação em 2016, tem custos e acreditamos que só assim conseguiremos manter este nível de competitividade”, rematou.

Facebook Comments

Comentários no Facebook