Alcoutim é o município melhor pagador do país

Alcoutim é o município melhor pagador do país

469
PARTILHE
Alcoutim leva apenas um dia a efectuar os pagamentos aos fornecedores
Alcoutim leva apenas um dia a efectuar os pagamentos aos fornecedores

O Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses de 2014, uma referência na monitorização da eficiência do uso dos recursos públicos na administração local, apresentado no passado mês de Outubro, na Universidade Católica de Lisboa, coloca Alcoutim na primeira posição do ranking dos municípios com menor prazo médio de pagamentos.

“O documento, que exibe uma análise das contas dos municípios portugueses relativas ao exercício económico de 2014, dá conta que Alcoutim é o município português com melhor desempenho a nível do prazo médio de pagamento aos fornecedores, levando apenas um dia a efectuar os pagamentos. O município paga, portanto, quase a pronto, tendo em conta que o prazo médio do total dos municípios é 111 dias e que apenas 106 municípios, dos 308 municípios portugueses, apresentaram redução dos prazos de pagamento para menos de 90 dias”, explica a autarquia alcouteneja em nota de imprensa.

Alcoutim também se encontra no 15.º lugar do ranking dos municípios com menor passivo exigível, ou seja, com menos dívidas a pagar, e ocupa um honroso 20.º lugar no ranking dos municípios com melhor índice de dívida total, tendo transitado de 2014 para 2015 com uma dívida de 1.296.022 euros. Com um índice de dívida de 16,3 %, o Município de Alcoutim é o melhor do distrito de Faro.

O Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses, desenvolvido com o apoio da Ordem dos Contabilistas Certificados, em estreita colaboração com o Tribunal de Contas, resulta de um trabalho de equipa, que envolve dois centros de investigação, o Centro de Investigação em Contabilidade e Fiscalidade do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave e Centro de Investigação em Ciências Sociais da Universidade do Minho. O documento traça a radiografia da saúde financeira dos 308 municípios portugueses.

Facebook Comments

Comentários no Facebook