Volkswagen confirma que não haverá indemnização para clientes europeus

Volkswagen confirma que não haverá indemnização para clientes europeus

542
PARTILHE
Construtor automóvel anunciou uma compensação de mil dólares por viatura para os 480 mil automobilistas norte-americanos
Construtor automóvel anunciou uma compensação de mil dólares por viatura para os 480 mil automobilistas norte-americanos

O construtor automóvel alemão Volkswagen confirmou hoje que não vai indemnizar os proprietários europeus de veículos equipados com um dispositivo para distorcer as emissões poluentes, ao contrário dos clientes norte-americanos.

“Não haverá compensação financeira para os proprietários destes veículos (equipados com motores manipulados) na Alemanha”, declarou hoje à France Presse Enrico Beltz, porta-voz do grupo para as vendas. As medidas propostas pela Volkswagen na Alemanha e validadas pelas autoridades serão aplicadas em toda a Europa.

O construtor automóvel anunciou no início de Novembro uma compensação de mil dólares por viatura para os 480 mil automobilistas norte-americanos afectados pelo caso e assistência gratuita por três anos em caso de avaria.

Mercados dos Estados Unidos e Europa não são comparáveis

Para a Volkswagen, a diferença de tratamento entre os Estados Unidos e a Europa justifica-se “porque estes dois mercados não são comparáveis”, declarou Beltz.

“Nos Estados Unidos, o diesel é minoritário, um segmento muito pequeno” do mercado automóvel, sublinhou, acrescentando que os proprietários de veículos a diesel pagam mais pelos carros e têm de “pagar o combustível mais caro” que os automobilistas alemães.

Na Alemanha, as vendas de veículos a diesel representam “perto de 50% do total do mercado automóvel”, apontou.

O porta-voz lembrou que o objectivo do construtor é reparar os veículos sem afectar o seu desempenho.

“Se conseguirmos fazer isso, não haverá indemnização para os clientes alemães”, sublinhou. O construtor ainda não está em condições de garantir que esse objectivo será atingido.

O grupo, que integra 12 marcas, terá de chamar às oficinas 8,5 milhões de veículos com um dispositivo destinado a distorcer as emissões poluentes a partir de Janeiro, na Europa.

(Agência Lusa)

Facebook Comments

Comentários no Facebook