Bispo do Algarve lança 1ª pedra do lar de idosos da Misericórdia...

Bispo do Algarve lança 1ª pedra do lar de idosos da Misericórdia de Faro

1036
PARTILHE
Maquete da nova Estrutura Residencial para Pessoas Idosas da Santa Casa da Misericórdia de Faro
Maquete da nova Estrutura Residencial para Pessoas Idosas da Santa Casa da Misericórdia de Faro

A Santa Casa da Misericórdia de Faro lança, no próximo domingo, pelas 15 horas, a primeira pedra para a instalação de uma nova Estrutura Residencial para Pessoas Idosas (ERPI), que ficará situada na zona da Lejana de Cima em Faro. A cerimónia será presidida pelo bispo do Algarve e outras individualidades.

Conforme refere em nota de imprensa, “o apoio assistencial a pessoas idosas constitui para esta instituição um dos pilares fundamentais, desde 1982, aquando da instalação do Hospital Distrital noutro local”.

A intervenção ocorrerá em terreno propriedade da Santa Casa de Faro, com uma área de 5.560 metros quadrados. O projecto será desenvolvido em duas fases. A primeira fase permitirá a instalação de 40 camas e a segunda de outras 40, em piso térreo. A área bruta de construção da primeira fase será de 1.170 metros quadrados, os custos de construção serão de 1 milhão 399 mil e 500 euros, cujo prazo global da empreitada é de 365 dias.

“A edificação deste novo Centro Social dará resposta às recomendações produzidas pelo Departamento da Fiscalização do Algarve da Segurança Social, pelo facto de parte das instalações da Estrutura Residencial do edifício sede não reunir requisitos relativos às condições de instalação de funcionamento”, afirma a Santa Casa de Faro.

De realçar que as obras a realizar no edifício sede, reduzem a capacidade da ERPI para 87 pessoas, enquanto presentemente estão alojadas 110. Assim, a curto prazo a Santa Casa de Faro terá que realojar 31 pessoas, pela redução da capacidade de instalação anteriormente referida e o encerramento do Lar do Montinho, por não reunir os requisitos exigidos.

Pelas razões atrás descritas, a Mesa Administrativa considerou “a construção do um novo equipamento para idosos, não só para dar cumprimento às exigências do Departamento de Fiscalização, mas também, para melhorar e alargar o seu campo social, em prol dos mais necessitados e criar mais postos de trabalho, no âmbito de uma economia que é das pessoas e para as pessoas”.

“Para este projecto a Santa Casa da Misericórdia de Faro, não conta com apoios estatais tendo somente apresentado uma candidatura ao Fundo Rainha D. Leonor, promovido pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, na área do envelhecimento, da qual espera alguma apoio financeiro”, revela aquela instituição.

(notícia actualizada quanto à localização exacta do no lar)

Facebook Comments

Comentários no Facebook