Poeta Manuel Madeira alvo de homenagem na biblioteca de Faro

Poeta Manuel Madeira alvo de homenagem na biblioteca de Faro

385
PARTILHE
Manuel Madeira lutou contra a ditadura, tendo visto muitos dos seus trabalhos serem cortados pela Censura
Manuel Madeira lutou contra a ditadura, tendo visto muitos dos seus trabalhos serem cortados pela Censura

Uma sessão de homenagem ao poeta Manuel Madeira vai ter lugar no próximo dia 16 de Janeiro, pelas 16 horas, na Biblioteca Municipal de Faro António Ramos Rosa.

Do programa constam a projecção do filme “Testemunho”, de Adão Contreiras, leitura de poemas por Paulo Moreira e diversas intervenções sobre a vida e obra do poeta, a cargo de Fernando Esteves Pinto, Adão Contreiras e Adriana Nogueira.

Nesse mesmo dia, será inaugurada uma exposição bibliográfica sobre a obra do poeta que estará patente até ao fim do mês de Janeiro.

Manuel Madeira nasceu em São Bartolomeu de Messines, a 21 de Agosto de 1924, mas muito cedo foi levado para Faro, com a família, depois para Olhão, onde viveu até aos 25 anos de idade, altura em que se deslocou para Lisboa e aí permaneceu durante mais de 40 anos. Manteve uma luta continuada e determinada contra a ditadura, tendo sido um dos impulsionadores do encontro do MUD Juvenil em Bela Mandil. Data dessa altura a amizade profunda que sempre o uniu ao poeta António Ramos Rosa.

Tem várias obras publicadas, sendo que a mais recente foi lançada em 2013, intitulada “Universo Aberto com Trancas à Porta”, editada pela 4Águas.

A sessão de homenagem é promovida pela biblioteca de Faro em pareceria com a Editora 4Águas.

A programação integral da biblioteca poderá ser consultada em www.cm-faro.pt (serviços municipais/biblioteca).

Facebook Comments

Comentários no Facebook