GNR de Messines detém criminoso

GNR de Messines detém criminoso

609
PARTILHE
Parte dos bens apreendidos durante a operação da GNR de messines
Parte dos bens apreendidos durante a operação da GNR de messines

Um detido com cadastro é o saldo da operação levada a cabo pelos militares do Posto Territorial da Guarda Nacional Republicana (GNR) de São Bartolomeu de Messines no passado fim-de-semana, revelou a força policial.

A operação desencadeada no âmbito de um processo já em curso levou a uma busca domiciliária “que culminou com a detenção de um cidadão português de 38 anos de idade, indiciado pelo crime de tráfico de estupefacientes e posse de arma proibida”.

As diligências investigatórias estavam relacionadas com um furto a residência ocorrido durante a passagem de ano no sítio do Cano – São Bartolomeu de Messines e conduziram a busca domiciliária à residência do visado, moradia isolada localizada no Sítio do Barrocal, a escassos quilómetros da habitação alvo de furto.

Foram recuperadas, ainda de acordo com a GNR, a maioria das peças em ouro que haviam sido subtraídas da dita residência, 2.181 euros, e desmantelada, num dos compartimentos anexos à habitação, uma produção de plantas de canábis com todos os elementos necessários ao cultivo controlado de plantas, nomeadamente, ar condicionado, termo-ventiladores, sistema de irrigação, lâmpadas, temporizadores e controladores de temperatura e de humidade.

Da busca resultou ainda a apreensão de 54 plantas de canábis (com alturas até cerca de um metro), 72 gramas de folha seca de canábis sativa (prontas para comercialização), uma balança digital de precisão, para além de um revolver calibre .32, um sabre baioneta e três telemóveis.

É convicção deste Comando que pela dimensão da plantação desmantelada tenha sido eliminado um dos principais pontos de abastecimento daquele tipo de estupefaciente no concelho de Silves.

Facebook Comments

Comentários no Facebook