Estrangeiros residentes no Algarve partilham experiências na UAlg

Estrangeiros residentes no Algarve partilham experiências na UAlg

531
PARTILHE
A primeira palestra realiza-se na próxima quarta-feira, pelas 9.30, no auditório da Escola Superior de Saúde da UAlg
A primeira palestra realiza-se na próxima quarta-feira, pelas 9.30, no auditório da Escola Superior de Saúde da UAlg

A Universidade do Algarve e a Association of Foreign Property Owners in Portugal (AFPOP) juntaram-se para organizar um ciclo de palestras intitulado “Sharing Experiences”. Sob o lema “Algarve is our Campus”, a Universidade do Algarve pretende interagir com a comunidade onde se insere, estabelecendo uma maior cooperação com a região e também com a população estrangeira que aqui reside.

Alunos e docentes da UAlg beneficiarão, assim, da troca de experiências pessoais e profissionais, comprovadas internacionalmente, de alguns dos muitos expatriados residentes no Algarve. Por sua vez, a universidade atenderá às necessidades e expectativas desta comunidade, estando já agendado para o mês de Março um curso que visa aprofundar o conhecimento sobre Portugal e, especialmente, sobre o Algarve, onde serão abordados temas como natureza, cultura, história, língua e literatura, tradições, sistema fiscal e turismo sustentável.

A primeira palestra, subordinada ao tema “The Challenges and Opportunities of Working With NGOs in Africa”, vai ser proferida por Michael Gerber, na próxima quarta-feira, às 9.30, no auditório da Escola Superior de Saúde (ESSUAlg) da Universidade do Algarve.

Michael Gerber formou-se em História, em 1962, na City University of New York. Entre 1970 e 1973, esteve como voluntário do Peace Corps nas Filipinas. Entre 1973 e 1978, foi professor de Educação Internacional e Comparativa na City University of New York. Em 1974, rumou a Nova Deli, onde elaborou e conduziu um projecto de investigação sobre problemas da migração urbana na India. Em 1979, tornou-se presidente da Organização Não Governamental African Medical & Research Foundation (AMREF), U.S.A. A partir de 1989 e a até 1998, assumiu o cargo de director geral da fundação, estabelecendo a AMREF como um importante recurso de saúde no sul de África. Em 1998, aposentou-se, depois de 20 anos de serviço, e actualmente reside no Algarve.

Ainda no mês de Fevereiro, no dia 24, Chris Hughes irá falar sobre “The English Education System – development, diversity and scrutiny from Victoria to Elizabeth”, no anfiteatro1.5 da Escola Superior de Educação e Comunicação (ESEC), no Campus da Penha. Com uma larga experiência no ramo da educação, Chris Hughes exerceu actividades como professor, leitor, administrador e Her Majesty’s Inspector of Education.

Já no dia 8 de Março, David Thursfield, que exerceu cargos relacionados com a área do marketing em diversas empresas britânicas, abordará a temática “The Role of Sales Promotion in the Marketing Mix”, no anfiteatro da Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo (ESGHT), no Campus da Penha. Atualmente, David Thursfield é sponsorship coordinator da Association for Foreign Property Owners in Portugal (AFPOP).

De salientar que a Association of Foreign Property Owners in Portugal (AFPOP), com sede em Portimão, é uma organização sem fins lucrativos, fundada em 1987. Disponibiliza informação a estrangeiros de todas as nacionalidades, ajudando-os a tirar o melhor partido de viver e trabalhar em Portugal, mantendo-os actualizados sobre a legislação portuguesa. A AFPOP promove ainda vários eventos sociais para todos os sócios.

Facebook Comments

Comentários no Facebook