Nélson Cruz e Salomé Rocha são campeões nacionais de corta-mato

Nélson Cruz e Salomé Rocha são campeões nacionais de corta-mato

689
PARTILHE
Salomé Rocha, a vencedora da prova feminina (Foto: Lusa)
Salomé Rocha, a vencedora da prova feminina (Foto: Lusa)

O amador Nélson Cruz (Clube Pedro Pessoa), em masculinos, e Salomé Rocha (Benfica), em femininos, sagraram-se no passado domingo campeões nacionais de corta-mato, na pista das Açoteias, em Albufeira.

Colectivamente, o Sporting conquistou o título masculino, enquanto o Benfica sagrou-se campeão feminino.

No sector masculino, os atletas do Benfica e do Sporting preocuparam-se essencialmente com a luta colectiva, o que foi aproveitado por Nélson Cruz, um atleta veterano, de 39 anos, com dupla nacionalidade, portuguesa e cabo-verdiana.

O atleta do Clube Pedro Pessoa isolou-se logo na primeira volta, acabou por correr sempre na frente e conclui os 10.070 metros da corrida com um tempo de 30.39 minutos, cinco segundos à frente do benfiquista Ricardo Ribas e sete face ao sportinguista Rui Teixeira.

Nelson Cruz é um atleta amador que trabalha num supermercado

Nelson Cruz é um atleta 100 por cento amador, que trabalha num supermercado no distrito de Setúbal, onde a equipa apanhou a camioneta para Albufeira, às 6 horas.

Em femininos, a maior surpresa, pela negativa, foi protagonizada por Sara Moreira, atleta do Sporting e uma das favoritas à vitória, que acabou por desistir, devido a um engano.

A tentar conquistar o primeiro título nacional de corta-mato, Sara Moreira isolou-se a meio da prova e, quando parecia a caminho do troféu individual, levantou os braços à entrada para a última volta, convencida que tinha terminado.

Alertada pelos juízes que ainda faltava uma volta, Sara Moreira já não teve força anímica para continuar, desatando num choro compulsivo.

Depois, Sara Moreira explicou que tinha ouvido a sineta à entrada para a volta anterior, o que foi desmentido pelos juízes, que disseram que a mesma nem sequer estava levantada na altura.

A vencedora acabou por ser a benfiquista Salomé Rocha, com 34.10 minutos, à frente da companheira de equipa Dulce Félix, a vencedora das seis edições anteriores, cronometrada em 34.57. Completou o pódio Mónica Silva, outra benfiquista, com 35.14.

Colectivamente, o Benfica ganhou por margem confortável no sector feminino (11 pontos, contra 27 do Sporting), enquanto no masculino tudo se decidiu nos metros finais, com a vitória do Sporting por três pontos (24, contra 27 do Benfica).

(Agência Lusa)

Classificações:

Masculinos:

Seniores:

  1. Nelson Cruz (Clube Pedro Pessoa), 30.44 minutos.
  2. Ricardo Ribas (Benfica), 30.49.
  3. Rui Teixeira (Sporting), 30.51.
  4. Alberto Paulo (Benfica), 30.51.
  5. Hermano Ferreira (Sporting), 30.53.
  6. Licínio Pimentel (Sporting), 30.54.
  7. Pedro Ribeiro (Sporting), 30.57.
  8. Hélder Santos (Maia AC), 30.57.
  9. Tiago Costa (Benfica), 30.58.
  10. Rui Silva (Sporting), 31.05.

– Juniores masculinos:

  1. Filipe Fialho (GD Diana).

– Juvenis masculinos:

  1. Miguel Ribeiro (Núcleo Sportinguista Lourinhã).

Femininos:

Seniores:

  1. Salomé Rocha (Benfica), 34.10 minutos.
  2. Dulce Felix (Benfica), 34.57.
  3. Mónica silva (Benfica), 35.14.
  4. Leonor Carneiro (Sporting), 35.21.
  5. Vanessa Fernandes (Benfica), 35.45.
  6. Ana Ferreira (Sporting), 35.48.
  7. Carla Martinho (Adercus), 35.53.
  8. Ercília Machado (Sporting), 36.03.
  9. Solange Jesus (Sporting), 36.11.
  10. Daniela Cunha (Sporting), 35.18.

– Juniores femininos:

  1. Lília Martins (Núcleo Sportinguista Lourinhã).

– Juvenis femininos:

  1. Mariana Machado (Sporting de Braga).
Facebook Comments

Comentários no Facebook