Peça ‘Os Acontecimentos’ assinala o Dia Mundial do Teatro em Loulé

Peça ‘Os Acontecimentos’ assinala o Dia Mundial do Teatro em Loulé

147
PARTILHE
Dois actores e um coro contam a tragédia sucedida na Noruega em 2011
Dois actores e um coro contam a tragédia sucedida na Noruega em 2011

O Cine-Teatro Louletano apresenta no próximo dia 26, um sábado, pelas 21.30 horas, a peça “Os Acontecimentos”, pela conhecida companhia teatral Artistas Unidos, tendo como convidado especial o Coral Ossónoba, de Faro, num evento que tem em vista assinalar o Dia Mundial do Teatro.

A peça é baseada num caso verídico: na Noruega, a 22 de Julho de 2011, Anders Breivik matou 68 pessoas, a maioria adolescentes. David Greig, dramaturgo e encenador inglês, escreveu “Os Acontecimentos” inspirado por estes acontecimentos, colocando a tónica na questão de até onde pode chegar o perdão. Greig procura um retrato tanto do homem por trás da atrocidade como das suas vítimas, encontrando-se no texto ecos de Dunblane, dos bombardeamentos de Londres e de Columbine.

Dois actores e um coro contam a tragédia, a obsessão e o nosso desejo para compreender o incompreensível. A peça passa-se numa terra sem nome no rescaldo de uma atrocidade – um atirador entrou num ensaio do coro local e abriu fogo. Um ano após o tiroteio, Claire, que se escondeu do atirador na sala de música e testemunhou a morte à queima-roupa de um dos cantores principais, luta para perceber o que viu. Torna-se obcecada com o atirador, entrevista a sua família e amigos, os políticos de extrema-direita a quem ele se associou e, numa emocionante cena final, o próprio atirador. Será ele louco ou um demónio? Ou apenas alguém zangado com uma arma?

Vários jornais e revistas internacionais de referência teceram rasgados elogios a esta peça de David Greig, pela sua beleza e poder, pelo olhar comovente sobre a tragédia humana, num trabalho elevado sobre a vivência da dor.

Peça é dirigida a maiores de 14 anos

A tradução do texto para a língua portuguesa é da responsabilidade de Pedro Marques, com encenação de António Simão (e assistência à encenação por Maria Jorge) e contando com as interpretações dos atores Andreia Bento, João Pedro Mamede, Maria Jorge, Diana Narciso, Maria Manuel Pinheiro e Nuno Lima Fonseca, e ainda, como convidado especial, do Coro Ossónoba de Faro, numa produção dos Artistas Unidos. A música é da responsabilidade de John Browne, com direcção musical de Rui Rebelo, estando a luz a cargo de Pedro Domingos, cenário e figurinos de Rita Lopes Alves e apoio ao movimento por Afonso Costa. A coordenação técnica da peça cabe é assinada por João Chicó.

A peça tem a duração de 80 minutos, é dirigida a maiores de 14 anos e tem um custo associado por pessoa de dez euros, sendo que, no âmbito da política de descontos iniciada pelo Cine-Teatro em 2016, para maiores de 65 e menores de 30 anos o bilhete tem um valor de oito euros.

Para mais informações e reservas os interessados podem contactar o Cine-Teatro Louletano pelo telefone 289 414 604 (terça a sexta-feira, das 13 às 18 horas) ou pelo email cinereservas@cm-loule.pt. Além disso, podem consultar o seu website cineteatro.cm-loule.pt ou a sua página de facebook, em permanente actualização, onde também existe a possibilidade de compra on-line de ingressos através da plataforma BOL (www.bol.pt).