Sector turístico algarvio critica TAP mas recusa alimentar ‘guerra’

Sector turístico algarvio critica TAP mas recusa alimentar ‘guerra’

535
PARTILHE
AHETA considera que a TAP e o sector do turismo do Algarve estão ‘em rota de colisão’
AHETA considera que a TAP e o sector do turismo do Algarve estão ‘em rota de colisão’

A Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA) criticou na passada terça-feira, em Albufeira, a estratégia da TAP para a região, mas recusou “alimentar” a “guerra” que o norte está a ter com a transportadora.

“Apesar da TAP nunca ter contado com o turismo do Algarve e o Algarve nunca ter contado com a TAP, os empresários hoteleiros e turísticos recusam alimentar uma guerra norte/sul nesta matéria”, conclui a maior associação do sector hoteleiro da região em comunicado à imprensa.

A AHETA considera mesmo que a TAP e o sector do turismo do Algarve estão “em rota de colisão”.

“As sucessivas alianças celebradas pela TAP ao longo das últimas décadas foram, claramente, lesivas dos interesses do turismo do Algarve, designadamente no que se refere ao abandono de slots [autorizações para voar] em aeroportos considerados estratégicos para a actividade turística regional, como Heathrow, por exemplo”, acusa a AHETA.

Segundo os representantes do sector turístico algarvio, a transportadora aérea nacional “nunca teve, não tem e, segundo tudo indica, nunca irá ter” uma estratégia direccionada para o turismo do Algarve.

“O transporte aéreo e a gestão aeroportuária são duas faces da mesma moeda, não tendo a companhia aérea de bandeira, em nome do interesse público, e no que ao Algarve diz respeito, cumprido o papel a que estava obrigada”, considera a AHETA.

Apesar da posição assumida, os representantes dos hotéis e empreendimentos turísticos do Algarve esperam que a TAP “consiga ultrapassar os graves problemas financeiros em que se encontra mergulhada, melhor forma de evitar que todos paguem os benefícios de alguns”.

O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, tem criticado violentamente a TAP nas últimas semanas, acusando a empresa de não servir os interesses da zona norte do país e de estar a abandonar o aeroporto Sá Carneiro, que serve essa região.

(Agência Lusa)

Facebook Comments

Comentários no Facebook