Imagens chocantes nos maços de tabaco chegam em Maio

Imagens chocantes nos maços de tabaco chegam em Maio

599
PARTILHE
tabaco
Estas imagens são acompanhadas de frases de alerta, entre as quais “fumar provoca nove em cada dez cancros do pulmão”

A linha de cessação tabágica vai arrancar no dia 20 de Maio, na mesma altura em que começam a ser postos à venda maços de tabaco com imagens chocantes e frases de alerta, revelou na passada segunda-feira o director-geral da Saúde. Mais de um ano após a primeira data anunciada pelo Governo para o arranque da linha de cessação tabágica, e após sucessivos adiamentos, este serviço volta a ter nova data prevista.

“No dia 20 de Maio vamos pôr em funcionamento a linha de cessação tabágica, de acordo com a directiva europeia que já foi transposta para a lei nacional, e vamos adoptar medidas que possam ser acedidas pelos portugueses”, disse aos jornalistas, no final de um encontro sobre medidas de saúde a adoptar no Verão.

O director-geral da Saúde especificou que a linha entra em funcionamento na mesma altura em que os maços de tabaco vão passar a ter imagens chocantes e frases de alerta sobre os riscos de fumar para a saúde. Da embalagem de tabaco constará igualmente a linha telefónica para a qual o fumador deve ligar para obter informações e ajuda sobre programas disponíveis para ajudar a deixar de fumar.

A nova legislação, que foi publicada em agosto em Diário da República e entrou em vigor no início de Janeiro, determina que as embalagens de produtos de tabaco para fumar (como cigarros, tabaco de enrolar e tabaco para cachimbo de água) devem apresentar “advertências de saúde combinadas”, que incluem texto e fotografia a cores.

Algumas das opções constantes da “biblioteca de imagens” consistem em pulmões e línguas com tumores malignos, pessoas amputadas, mortas dentro de sacos ou em camas de hospital, uma mulher a cuspir sangue ou um bebé a fumar através de uma chucha.

Estas imagens são acompanhadas de frases de alerta, entre as quais “fumar provoca 9 em cada 10 cancros do pulmão”, “fumar provoca cancro da boca e da garganta”, “fumar provoca acidentes vasculares cerebrais e incapacidades”, “fumar agrava o risco de cegueira” e “os filhos de fumadores têm maior propensão para fumar”.

Além disto, passa a ser obrigatório as embalagens conterem duas advertências: “Fumar mata — deixe já” e “O fumo do tabaco contém mais de 70 substâncias causadoras de cancro”. Ao todo, as advertências combinadas (texto e imagens) passam a ocupar 65% das embalagens, no caso dos maços de cigarros, em ambas as faces.

A nova rotulagem vai começar a ser usada nos maços a partir de 20 de Maio, sendo no entanto estabelecido ainda um período de um ano (até 20 de Maio de 2017) para escoar as embalagens antigas. A linha de cessação tabágica foi anunciada pela primeira vez no fim de Agosto de 2014, com data prevista de arranque para final do mês seguinte (Setembro).

No final de Novembro, o então secretário de Estado da Saúde Leal da Costa anunciou para o início de 2015 o arranque da linha de cessação tabágica, bem como a revisão da lei do tabaco. Em Abril desse ano, a linha ainda não estava a funcionar e o Ministério da Saúde anunciou novamente o seu arranque para o dia 31 de Maio, Dia mundial sem Tabaco.

No entanto, no final desse mês foi tornado público pela tutela que a linha de cessação tabágica ficaria afinal a aguardar a lei do tabaco, para fazer coincidir o seu lançamento com a publicação da legislação. O diploma foi publicado em Agosto e entrou em vigor em Janeiro de 2016, mas a linha de cessação tabágica continuou sem existir.

(Agência Lusa)

Facebook Comments

Comentários no Facebook