Fórum de Saúde atraiu centenas a Albufeira

Fórum de Saúde atraiu centenas a Albufeira

477
PARTILHE
Carlos Silva e Sousa, presidente da Câmara de Albufeira, destacou o papel do poder local na saúde das populações
Carlos Silva e Sousa, presidente da Câmara de Albufeira, destacou o papel do poder local na saúde das populações

O Fórum Saúde, subordinado ao tema “Ciclo de Vida”, reuniu no Espaço Multiusos de Albufeira, durante três dias, dezenas de entidades, empresas e profissionais ligados à saúde, numa mostra que integrou rastreios, exposições, palestras, mass training em suporte básico de vida, demonstrações de ginástica, yoga para bebés, aulas de pilates, sessões de relaxamento e workshops de culinária.

A iniciativa, que se realiza pelo primeiro ano em Albufeira, teve por objectivo informar e esclarecer a população sobre a importância da saúde ao longo do ciclo de vida.

Muitos foram os que tiveram oportunidade de assistir a palestras e demonstrações de diferentes especialidades médicas
Muitos foram os que tiveram oportunidade de assistir a palestras e demonstrações de diferentes especialidades médicas

No decorrer do fórum, centenas de pessoas visitaram o Espaço Multiusos da cidade para assistir a palestras e demonstrações de diferentes especialidades médicas, realizar rastreios gratuitos (despiste de diabetes, cancro do cólon e da próstata, risco cardiovascular, glicémia, hipertensão, VIH/Sida, visão e audição) e participar em actividades associadas à saúde e bem-estar dirigidas a todas as faixas etárias da população.

Na abertura do evento, o presidente da Câmara de Albufeira destacou o papel do poder local na saúde das populações. “Recordo o enorme trabalho e investimento realizados pelas autarquias, especialmente a partir do 25 de Abril, em infra-estruturas de águas e saneamento, e as consequentes implicações a nível da saúde dos cidadãos”. Carlos Silva e Sousa referiu que à escala mundial “cerca de 80% das questões relacionadas com a saúde resultam de problemas ligados à qualidade da água e deficiências no saneamento básico”. A própria OMS aponta para que um dólar gasto neste tipo de infra-estruturas equivale a quatro ou cinco vezes o investimento que é necessário realizar no sector da saúde, em clínicas e hospitais, médicos, enfermeiros e medicamentos, frisou.

Mostra integrou demonstrações de ginástica, yoga para bebés, aulas de pilates, sessões de relaxamento, entre outras
Mostra integrou demonstrações de ginástica, yoga para bebés, aulas de pilates, sessões de relaxamento, entre outras

O Município tem uma enorme preocupação em ter uma “comunidade saudável”, quer no sentido da ausência de doença quer no que diz respeito ao bem-estar físico e psicológico da população, disse. “Colaboramos com todas as entidades com responsabilidades na área da saúde, ajudamos os mais carenciados na aquisição de medicamentos e transporte para consultas e disponibilizamos equipamentos desportivos e actividades dirigidas a todas as faixas etárias da população, com o claro objectivo de proporcionar estilos de vida saudáveis, evitando o isolamento social e promovendo a saúde e o bem-estar”.

A iniciativa, da responsabilidade da autarquia albufeirense, contou com a colaboração da ARS do Algarve, ACES Central, CHA Algarve, HPA Saúde, Hospital Lusíadas, Bombeiros Voluntários de Albufeira e INEM.

Facebook Comments

Comentários no Facebook