Camilo Mortágua apresenta ‘Tem coisas, Ti Manel, tem coisas…’ em Loulé

Camilo Mortágua apresenta ‘Tem coisas, Ti Manel, tem coisas…’ em Loulé

535
PARTILHE
Camilo Mortágua apresentará o livro na Biblioteca Municipal de Loulé
Camilo Mortágua apresentará o livro na Biblioteca Municipal de Loulé

A Biblioteca Municipal Sophia de Mello Breyner Andresen, em Loulé, recebe na próxima sexta-feira, pelas 21.30 horas, a apresentação do livro “Tem coisas, Ti Manel, tem coisas…”, de Camilo Mortágua, no âmbito da rubrica “Livros Abertos”.

Nesta sessão, Camilo Mortágua apresenta o segundo volume de “Tem coisas, Ti Manel, tem coisas…”: umas más de entender, outras más de aturar; umas por nós feitas, outras que nos são impostas. Somos todos capazes de identificar ‘coisas difíceis de aturar’ em todo o mundo. ‘Coisas’ que nos são aparentemente estranhas. Mas quando nelas pensamos, querendo compreendê-las, verificamos que afectam a nossa liberdade, segurança e educação, e também a paz… Afectam a nossa vida, em suma, tal como ela acontece, sem outro ordenamento ou lógica que as provocações do quotidiano.

O livro é uma crítica política e social do Portugal contemporâneo, escrito por quem acredita nas virtudes do desenvolvimento rural e da abordagem local. Palavras simples, pensamentos rústicos. Novas utopias, para resolver velhos problemas.

Camilo Mortágua foi presidente da DELOS Constellation, Association International pour le Développement Local Soutenable (1994-2002); co-fundador e primeiro presidente da ACVER, Associação Internacional para o Desenvolvimento e Cooperação de Comunidades Rurais; presidente da APURE, Associação para as Universidades Rurais Europeias.

- Pub -

Grande Oficial da Ordem da Liberdade da República Portuguesa, publicou, sempre com a Esfera do Caos, “Andanças para a Liberdade – Volume I: 1934-1961” (2009), “Tem coisas, ti Manel, tem coisas, tem coisas más de entender… Mandaram fazer a açorda, e agora na a querem comer!” (2010) e “Andanças para a Liberdade – Volume II: 1961-1974” (2013).

A iniciativa tem entrada livre.

Facebook Comments

Comentários no Facebook