Banco Alimentar recolhe alimentos no próximo fim-de-semana

Banco Alimentar recolhe alimentos no próximo fim-de-semana

528
PARTILHE
Campanha permite ao Banco Alimentar ajudar 118 instituições em todos os concelhos do Algarve
Campanha permite ao Banco Alimentar ajudar 118 instituições em todos os concelhos do Algarve

O Banco Alimentar Contra a Fome realiza mais uma campanha de recolha de alimentos no próximo fim-de-semana, 28 e 29 de Maio.

A iniciativa é bastante importante, pois permite ao Banco Alimentar do Algarve reforçar o stock de alimentos não perecíveis, como leite, azeite, massa/arroz, leguminosas (lata/frasco/secas), conservas de carne (salsichas) e peixe (atum e sardinha), farinha/açúcar, óleo, bolachas e alimentação para crianças até aos três anos.

De acordo com a direcção do Banco Alimentar do Algarve, “as campanhas representam 20% do que se distribui ao longo do ano, mas é das campanhas que se recebe 90% destes produtos.

“O Banco Alimentar do Algarve, hoje mais do que nunca, é uma instituição que aposta na integração social. São sete os reclusos que trabalham no BA e no projecto Horta Solidária, acrescido de 9 RSI, pessoas desempregadas, pessoas com deficiência ou incapacidade, mais o trabalho comunitário, e sempre os voluntários”, acrescenta.

- Pub -

O projecto Horta Solidária, com seis meses, é um excelente exemplo de “ensinar a pescar”. Quer reclusos, quer beneficiários de várias instituições, “durante a semana promovem a preparação da terra, montagem da rega, plantação, controlo de infestantes com mondas manuais e mais tarde a colheita. As verduras produzidas neste projecto são para reforçar o apoio às famílias carenciadas, através das instituições parceiras”.

Este projecto, a par das campanhas “Papel por Alimentos” e “Separar para Alimentar”, além da parte social junta ao Banco Alimentar do Algarve preocupações ambientais, num respeito íntimo entre as pessoas e a comunidade.

Alimentos são distribuídos a cerca de 23 mil algarvios

De 2012 a 2016 o Banco Alimentar do Algarve passou de 400 toneladas ano para distribuir 2.340 toneladas no último ano.

Fundado em 2007, e em nove anos de actividade distribuiu o equivalente a 16,1 milhões de refeições (conforme FEBA), tratando-se de um apoio efectivo de 8,3 milhões de euros.

Hoje os alimentos são distribuídos a cerca de 23 mil pessoas (três mil das quais são crianças), através de 118 instituições em todos os concelhos do Algarve. As oito mil famílias apoiadas dia-a-dia são a principal preocupação, pois as necessidades mantem-se elevadas. Nos últimos dois anos 75% da alimentação do distrito saiu do Banco Alimentar do Algarve.

A próxima campanha nas lojas terá lugar nos dias 3 e 4 de Dezembro de 2016

Facebook Comments

Comentários no Facebook