‘Corações ao alto’ convida à partilha de culturas em Aljezur

‘Corações ao alto’ convida à partilha de culturas em Aljezur

392
PARTILHE
“Corações ao alto” é um conjunto de peças vocais construídas originalmente a partir da experiência da escuta de celebrações religiosas
“Corações ao alto” é um conjunto de peças vocais construídas originalmente a partir da experiência da escuta de celebrações religiosas

A Igreja da Misericórdia de Aljezur acolhe o projecto “Corações ao alto”, uma experiência de canto e escuta, por Margarida Mestre, de 23 a 29 de Maio. 

Esta é uma iniciativa integrada no programa DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos – 2016, produzida pela Tertúlia Associação Sócio-Cultural de Aljezur e que conta com o apoio da Santa Casa da Misericórdia de Aljezur.

“Corações ao alto” é um conjunto de peças vocais construídas originalmente a partir da experiência da escuta de celebrações religiosas que se praticam na cidade de Lisboa.

Margarida Mestre, a orientadora do coro, foi assistir a essas práticas e depois, com muito cuidado e sentido musical, irá construindo com o grupo de participantes a partitura musical que compõe a peça.

- Pub -

Entre os próximos dias 23 e 27 de Maio decorrem os ensaios diários de som, escuta e canto, com a participação aberta à comunidade, mediante inscrição prévia até dia 19, para o e-mail tertulia.associacao@gmail.com.

Cartaz da iniciativa
Cartaz da iniciativa

As apresentações ao público serão realizadas no próximo dia 28 às 17.30 horas e no dia 29 às 11.30 horas.

Com esta experiência pretende-se celebrar musicalmente um encontro de culturas que tem maior expressão nas suas práticas religiosas, nomeadamente no Cristianismo, Judaísmo, Islamismo, Hinduísmo e Sufismo.

Esta peça, com cerca de 30 minutos, será interpretada por pessoas que habitem no concelho de Aljezur ou concelhos limítrofes e que queiram participar, celebrando musicalmente um encontro de culturas, que passará pela vivência do sentido do religioso de um lugar.

“Corações ao Alto” teve a sua estreia em Setembro de 2013 no âmbito do Festival TODOS, em Lisboa, e foi reposto em Fevereiro de 2016 no programa VÃO, na Igreja de São Cristóvão em Lisboa.

 Aljezur, tal como outros locais no Algarve, foi ponto de confluência de várias culturas (a confluência entre o Oriente e o Ocidente, o Islamismo e o Cristianismo). Ainda hoje o é com uma população estrangeira residente e não-residente bastante grande e com crenças diferenciadas.

Facebook Comments

Comentários no Facebook