Número de acidentes no Algarve tem vindo a aumentar desde 2014

Número de acidentes no Algarve tem vindo a aumentar desde 2014

346
PARTILHE
Obras na EN 125 são reclamadas pelos algarvios há mais de três décadas (foto: Luís Forra/Lusa)
Desde 1 de Janeiro até 15 de Maio deste ano registaram-se 3189 acidentes no distrito de Faro

Os acidentes nas estradas algarvias têm vindo a aumentar desde 2014, segundo apontam os dados da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR). Entre 1 de Janeiro e 15 de Maio deste ano registaram-se 3189 acidentes no distrito de Faro, mais 628 do que há dois anos e mais 342 do que em 2015. Feitas as contas, houve uma subida de cerca de 30% nos acidentes rodoviários no Algarve, relativamente a 2014 e de cerca de 12% relativamente ao ano passado.

Casualidade ou não, os dados apresentados pela ANSR coincidem com o ano de início das obras na EN125 (2014), obras essas que não têm agradado aos utentes algarvios, que até intitulam a estrada como “estrada da morte”. Desde esse mesmo ano já ocorreram 54 mortes em sinistros rodoviários nas estradas algarvias mas a tendência aqui inverte-se, uma vez que houve menos quatro mortes este ano do que em 2014, e menos seis do que no ano passado.

Em Portugal registaram-se 47.117 acidentes rodoviários nos últimos dois anos, nos períodos de 1 de Janeiro a 15 de Maio, dos quais resultaram 136 mortos. Lisboa lidera a lista enquanto distrito com mais acidentes rodoviários, com tendência para aumentar. Já o distrito de Portalegre é o que menos acidentes regista e, segundo os dados, têm vindo a diminuir as ocorrências nos últimos dois anos.

A nível nacional, o Algarve é o sexto distrito com mais acidentes rodoviários.

(com Ricardo Claro)

Facebook Comments

Comentários no Facebook