Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável

Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável

433
PARTILHE

logo_deco

 

 

 

- Pub -

Questão:

“Ouvi falar num novo instrumento de poupança lançado pelo Estado. Compensa investir?”

A DECO responde…

As Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável são o novo produto de dívida pública, disponível para subscrição desde 26 de Abril. No entanto, ao contrário dos Certificados de Aforro e do Tesouro, vendidos em exclusivo nos balcões dos CTT, estas obrigações são comercializadas nos bancos.

O mínimo exigido para investir é de 1000 euros, em múltiplos de 1000 e não pode exceder mais de um milhão de euros. Ou seja, pode adquirir entre um a mil títulos. Cada investidor pode efectuar apenas uma ordem de subscrição.

As Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável são um produto com o prazo máximo de cinco anos e rendem 1,6%, tal como os Certificados do Tesouro Poupança Mais, mas através de mecanismos diferentes.

Com efeito, os juros são semestrais de taxa variável, dependentes da taxa Euribor acrescida de um prémio e o capital apenas está garantido se mantiver até à maturidade.

Cada investidor pode efectuar apenas uma ordem de subscrição de Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável
Cada investidor pode efectuar apenas uma ordem de subscrição de Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável

É de salientar que este produto acarreta custos, como as comissões de subscrição, custódia, pagamento de juros e reembolso de capital, que podem diminuir o rendimento. Uma vez que este produto é comercializado através dos bancos, cada um tem o seu preçário e as comissões poderão variar consoante a instituição.

Na verdade, as comissões bancárias a que estas obrigações estão sujeitas, podem anular parte, ou mesmo todo, o rendimento.

Medimos o impacto das comissões, comparando os custos de negociação das obrigações nos principais bancos nacionais e nos intermediários financeiros que estão a promover online a subscrição dos títulos.

Assim, se está a pensar investir o valor mínimo de 1000 euros, tendo em conta os custos associados, pode até perder dinheiro, pelo que este tipo de investimento apenas poderá ser rentável para quem esteja a pensar investir mais de cinco mil euros, pelo que se poderá tornar pouco atractivo para um investidor mais conservador.

Facebook Comments

Comentários no Facebook