Portugal e Tavira coordenam promoção da Dieta Mediterrânica

Portugal e Tavira coordenam promoção da Dieta Mediterrânica

464
PARTILHE
Sessão destina-se a  empresários e responsáveis de entidades interessados em conhecer o tema
Portugal e Tavira assumem a presidência das comunidades representativas da Dieta Mediterrânica

A coordenação anual das comunidades representativas da Dieta Mediterrânica, enquanto Património Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO, ficará este ano a cargo de Portugal e de Tavira. A preparação das iniciativas começa já a partir de Junho.

A 6ª reunião intergovernamental e das comunidades representativas da Dieta Mediterrânica como Património Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO, decorreu nos dias 5 e 6 de Maio, em Nápoles e Pollica, Itália, onde durante dois dias foram debatidos importantes aspectos estratégicos, programáticos e organizativos relativos à preservação, valorização e transmissão da Dieta Mediterrânica, tendo ficado decidido que a próxima presidência/coordenação anual ficará a cargo de Portugal e de Tavira.

O encontro teve como objectivo efectuar o balanço das actividades desenvolvidas, no último ano, e contou a com presença dos representantes dos sete Estados e das sete comunidades representativas: Tavira (Portugal), Sória (Espanha), Pollica (Itália), Hvar e Brac (Croácia), Agros (Chipre), Koroni (Grécia) e Chefchaouen (Marrocos).

A preocupação do representante nacional da comunidade representativa, Jorge Botelho, nesta nova etapa, é a de “fazer os possíveis para prosseguir com aquilo que os italianos fizeram na coordenação deles”.  

O autarca tavirense explicou ao POSTAL a importância que o reconhecimento da Dieta Mediterrânica enquanto Património Imaterial da Humanidade tem tido para Tavira, referindo que nos últimos dois anos “a cidade tem sido muito mais visitada”. “Tavira está no centro deste micro universo”, acrescenta o presidente. 

Ainda assim, Jorge Botelho frisou que conta “com o apoio de todos”, sublinhando que “ninguém faz nada sozinho”. “Partilhamos esta tarefa com os outros municípios do Algarve, com a região e com o país, temos todos a mesma cultura e por isso temos que afirmar os produtos portugueses. Só assim é que Portugal pode sair das dificuldades financeiras em que se encontra”, conclui o presidente da Câmara de Tavira.

7ª reunião intergovernamental realiza-se no próximo ano em Portugal

A delegação portuguesa propôs, na 6ª reunião intergovernamental e das comunidades representativas da Dieta Mediterrânica, dinamizar um programa conjunto com iniciativas centradas na melhoria de recolha de informação sistemática ente os Estados e as Comunidades, assim como realizar uma conferência internacional sobre educação e transmissão dos valores da Dieta Mediterrânica às novas gerações, tendo como foco a sustentabilidade dos territórios e da biodiversidade na preservação dos estilos de vida e da cultura mediterrânica, modelo alimentar e prevenção da saúde pública.

Reuniao_DM_Italia_2016
Na reunião foi inaugurado um monumento de homenagem a Ancel Keys, fisiólogo que na década de 50 investigou e “descobriu” a Dieta Mediterrânica

Em Pollica, após a reunião das sete comunidades representativas, foi inaugurado um monumento de homenagem a Ancel Keys, fisiólogo norte-americano que na década de 50 do século XX investigou e “descobriu” a Dieta Mediterrânica, mundialmente divulgada pelo estudo “Seven Countries- a Multivariate Analysis of Death and Coronary Hearth Disease”. Actualmente, a Dieta Mediterrânica é reconhecida pela UNESCO, a OMS e a FAO.

Uma vez que Portugal e Tavira assumem a presidência das comunidades representativas, a 7ª reunião intergovernamental realizar-se-á, no próximo ano, em território português.

Facebook Comments

Comentários no Facebook