Praia de Alvor com nova imagem e o maior passadiço pedonal do...

Praia de Alvor com nova imagem e o maior passadiço pedonal do Algarve

340
PARTILHE
A conclusão do passadiço está prevista para o início do verão, mas são já várias as dezenas de pessoas que por ali passeiam diariamente
A conclusão do passadiço está prevista para o início do Verão, mas são já várias as pessoas que por ali passeiam diariamente

A praia de Alvor, em Portimão, vai apresentar este Verão uma nova imagem, com a requalificação dos acessos ao areal, dois parques de estacionamento e um passadiço em madeira com cerca de seis quilómetros de extensão.

O passadiço pedonal, em fase de conclusão, é o maior da região do Algarve e um dos maiores do sul do país, ligando a praia dos Três Irmãos à Ria de Alvor em toda a frente de mar, ao longo do cordão dunar.

Elevada em cerca de um metro, a nova estrutura previne o pisoteio intensivo das dunas, e facilita a acessibilidade ao areal a quem se desloca em cadeira de rodas, bem como a circulação de carrinhos de bebé, que, assim, evitam as dificuldades em atravessar as dunas.

“Tínhamos dois acessos à praia e agora vamos ficar com oito devidamente organizados, estacionamento para mais de mil veículos, resultando esta intervenção numa valorização e preservação ambientais e uma mais-valia para os utentes e veraneantes”, disse à Lusa a presidente da Câmara de Portimão, Isilda Gomes.

- Pub -

De acordo com a autarca, a obra da terceira fase do Plano de Intervenção na Frente de Mar Alvor, prevista desde 2007, “peca por tardia, para uma zona de excelência turística como é Alvor”.

A requalificação do passadiço

A intervenção de requalificação, “não só valoriza a paisagem e a acessibilidade à praia, como ordena o trânsito, oferecendo melhores condições a todos os que usufruem do espaço”, frisou a autarca, acrescentando que “o passadiço em toda a sua extensão oferece condições únicas de lazer com uma vista de mar magnífica”.

“É, sem dúvida, um ex-libris da freguesia de Alvor e do município de Portimão, algo de novo do qual nos podemos orgulhar e desfrutar”, frisou.

Isilda Gomes referiu, ainda, que a concretização da obra só foi possível com a comparticipação financeira do Grupo Pestana, “uma vez que a autarquia, dada a sua condição financeira, não dispunha de verbas que garantissem as exigências para a aprovação do projecto”.

“O município comparticipou a primeira e segunda fases, mas para a terceira não tinha condições de assegurar os cerca de 500 mil euros”, sublinhou.

A conclusão do passadiço está prevista para o início do Verão, mas são já várias as dezenas de pessoas que por ali passeiam diariamente, a maioria turistas estrangeiros.

A área envolvente à praia de Alvor pertenceu à Torralta nos anos 70 do século passado, empresa que construiu e explorou vários edifícios de apartamentos turísticos, mas que abriu falência após o 25 de Abril de 1974, abandonando a actividade, o que resultou na degradação da zona.

A intervenção do Grupo Pestana

O Grupo Pestana adquiriu vários terrenos e edifícios, promovendo e dinamizando o destino turístico Alvor, tendo construído em Agosto de 2015 uma nova unidade hoteleira, o Pestana South Beach.

“Todos estes melhoramentos beneficiam não só o investimento que aqui fizemos, como permite requalificar uma área pública que ficou inacabada após a saída da Torralta”, indicou à Lusa o director executivo do grupo, Pedro Lopes.

O responsável pelo Grupo Pestana no Algarve, referiu que o investimento de cerca de 300 mil euros para a requalificação da envolvente da Praia de Alvor “foi proposto pela autarquia, após ser confrontada com as dificuldades financeiras, que lhe inviabilizavam os investimentos”.

“Na altura em que a Agência Portuguesa do Ambiente tinha de lançar a candidatura e para não correr o risco de perder fundos europeus, que se não viessem para aqui, não iriam para lado nenhum, decidimos avançar com a comparticipação”, afirmou.

Para Pedro Lopes, a requalificação da praia e zona envolvente, “é muito importante para o grupo, dada a sua relevância para a valorização paisagística e ambiental da frente mar de Alvor”.

“Além da valorização, o espaço será ordenado ao nível do trânsito, tendo o grupo disponibilizado dois terrenos para a criação de dois parqueamentos com capacidade para cerca de 1.200 veículos”, concluiu.

Para o director regional da Agência Portuguesa do Ambiente, Sebastião Teixeira, a intervenção na praia de Alvor “permitirá à natureza fazer o ajuste ambiental na envolvente, e a construção do passadiço cria um acesso e um corredor de uma ponta à outra da praia”.

“A intervenção na praia e zona envolvente de Alvor, que incluiu a alimentação artificial da praia, o reforço do cordão dunar e o ordenamento e melhoria dos acessos rodoviários e pedonais ficará concluída antes do Verão”, destacou.

(Agência Lusa)

Facebook Comments

Comentários no Facebook