São Brás apresenta propostas de intervenções no traçado da EN2

São Brás apresenta propostas de intervenções no traçado da EN2

431
PARTILHE
Screenshot_3
Vítor Guerreiro afirma que o Secretário de Estado das Infraestruturas mostrou interesse na proposta e “equacionou a realização do estudo das intervenções solicitadas”

A propósito do traçado da EN2 e da necessidade de serem efectuadas intervenções que melhorem o tráfego rodoviário e a segurança das populações, o presidente da Câmara de São Brás, Vítor Guerreiro, reuniu em Lisboa com o Secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme Waldemar d’Oliveira Martins, no dia 12 de Maio. Na reunião o autarca reiterou junto da tutela “a urgência de ser realizada a requalificação da EN2 desde São Brás de Alportel até ao nó de ligação da Via do Infante”.

Conhecida que é a suspensão da variante São Brás de Alportel – Via do Infante, anteriormente integrada no projeto de Requalificação da EN125, Vítor Guerreiro defende que a necessidade de melhorar as condições de acesso e segurança na EN2 se mantém e por isso projecta, como solução aos constrangimentos, a criação de três rotundas: uma rotunda no acesso à A22 e a Faro, outra no Coiro da Burra – no cruzamento entre a EN2 e os acessos a Estoi e Santa Bárbara de Nexe – e uma terceira no cruzamento dos Machados.

A autarquia sugere ainda uma segunda faixa no sentido ascendente em duas zonas com extensão de cerca de 800 metros cada, para facilitar a circulação e a segurança: uma antes dos Machados e outra antes da Calçadinha Romana junto à entrada de São Brás, bem como a rectificação de algumas curvas consideradas mais perigosas, como por exemplo a curva da Gaifona.

Vítor Guerreiro afirma que o Secretário de Estado das Infraestruturas mostrou interesse na proposta e “equacionou a realização do estudo das intervenções solicitadas ainda no decurso de 2016, reconhecendo a urgência das mesmas, de modo a que em 2017 algumas destas sejam já uma realidade” , refere o autarca.

- Pub -

De forma a que Guilherme d’Oliveira Martins ficasse a perceber melhor o projecto, ao POSTAL o autarca disse ter “convencido o Secretário de Estado a vir a São Brás inaugurar as obras da entrada nascente, terminadas recentemente”.

Oportunidade, agendada para o próximo dia 1 de Junho, que o autarca não deixará de aproveitar para que o membro do Governo conheça o actual traçado da EN2, bem como a localização exacta das alterações propostas, reconheceu Vítor Guerreiro ao POSTAL.

“Estas intervenções são fundamentais”, argumenta o edil são-brasense “dado que infelizmente o projecto de criação de um acesso direto de São Brás à Via do Infante que havia sido integrado no projeto global de requalificação da EN125 teve que ser retirado da empreitada, e porque somos sempre defensores de um gestão rigorosa dos recursos financeiros públicos, pensamos que esta é uma proposta viável, exequível e sustentável”.

O investimento que havia sido integrado no projeto global de requalificação da EN125 iria ter um custo de 20 milhões de euros e a actual proposta da autarquia não chega nem perto de metade do valor, fixando-se em cerca de cinco milhões, pelo que Vítor Guerreiro afirma que “com um investimento muito mais baixo, a segurança no acesso a São Brás de Alportel, pode vir a melhorar significativamente”.

(com Ricardo Claro)

Facebook Comments

Comentários no Facebook