Vila Real ganha primeiro hotel de cinco estrelas no Verão de 2017

Vila Real ganha primeiro hotel de cinco estrelas no Verão de 2017

652
PARTILHE
- PUB -
Hotel Guadiana_VRSA_2
A obra, avaliada em cerca de dois milhões de euros, deverá estar concluída num prazo de dez meses

A Câmara de Vila Real de Santo António assinou, esta terça-feira, a empreitada de requalificação do Hotel Guadiana.

A obra, avaliada em cerca de dois milhões de euros, deverá estar concluída num prazo de 10 meses, prevendo-se a abertura da unidade no Verão de 2017.

A cerimónia contou com a presença do presidente da Câmara de VRSA, Luís Gomes, do presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve, David Santos e do administrador da empresa vencedora do projeto de requalificação (Costa e Carreira), José Manuel Carreira.

Assinatura protocolo requalificação Hotel Guadiana_VRSA (1)
O projeto, financiado pelo fundo comunitário «Jessica», contempla a renovação exterior e interior do imóvel, transformando-o numa unidade de cinco estrelas

Para Luís Gomes “com esta obra, a cidade ganha o seu primeiro hotel de cinco estrelas, que será responsável pela criação de 40 postos de trabalho directos, o que corresponde ao compromisso da autarquia de criar emprego e atrair desenvolvimento para o município”.

O projeto, financiado pelo fundo comunitário «Jessica», contempla a renovação exterior e interior do imóvel, transformando-o numa unidade de cinco estrelas. Coloca igualmente um ponto final no cenário de degradação deste hotel que é um cartão-de-visita da frente ribeirinha da cidade e uma referência em termos arquitectónicos.

De acordo com o autarca, “a intervenção devolve também à cidade um edifício de referência que permite a conjugação do turismo cultural e a promoção do património, dando seguimento à candidatura de Vila Real de Santo António a Património da Humanidade da Unesco”.

Além da reactivação do seu uso original, a obra contempla a manutenção da volumetria e fachada original do hotel, possibilitando a instalação de 31 quartos (15 duplos, 3 suites júnior e 13 quartos individuais) com os padrões de conforto e exigência das marcas internacionais.

Assinatura protocolo requalificação Hotel Guadiana_VRSA (2)
De acordo com o autarca, “a intervenção devolve também à cidade um edifício de referência que permite a conjugação do turismo cultural e a promoção do património”

Em complemento ao hotel, a unidade engloba a exploração de um conjunto de suites de luxo no edifício da Alfândega (a primeira construção da cidade), bem como um Beach Club de características premium, localizado na foz do Rio Guadiana.

Em paralelo à recuperação do Hotel Guadiana, é intenção da Câmara Municipal de VRSA transformar o Centro Histórico numa referência em termos turísticos, estando para isso em marcha um ambicioso projeto que pretende converter três imóveis pombalinos, propriedade da Câmara Municipal de VRSA, num conjunto de unidades de alojamento de charme.

 

Facebook Comments

Comentários no Facebook