Autarcas querem que Governo baixe portagens ainda no início do Verão

Autarcas querem que Governo baixe portagens ainda no início do Verão

422
PARTILHE
Primeiro-ministro admitiu que as portagens podem baixar ainda este Verão
Primeiro-ministro admitiu que as portagens podem baixar ainda este Verão

O presidente da Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL), Jorge Botelho, pediu ao Governo para se “apressar nas contas” e definir, ainda no início do Verão, a redução no valor das portagens cobradas na Via do Infante (Auto-estrada 22).

O primeiro-ministro admitiu ontem no debate quinzenal, na Assembleia da República, que as portagens nas antigas auto-estradas sem custos para o utilizador (ex-SCUT) poderão baixar ainda este Verão e adiantou que vai contactar as forças políticas para um consenso em matéria de descentralização.

Em declarações à Lusa, Jorge Botelho, também presidente da Câmara de Tavira (PS), considerou que existe “todo o interesse” em baixar o preço das portagens no início do Verão, antes do grande afluxo de turistas ao Algarve, por acreditar que mais automobilistas passarão na Via do Infante se os valores forem reduzidos.

“Acredito piamente que a receita poderá aumentar com a redução do preço das portagens”, afirmou Jorge Botelho, sublinhando que a receita gerada pelas portagens poderá ser igual ou até superior à actual, com vantagens para a economia, a concessionária e também para a mobilidade e segurança das pessoas.

- Pub -

A22 é a ex-SCUT com maior quebra de passageiros a nível nacional

Segundo o autarca, a auto-estrada do Algarve (A22) é a ex-SCUT com maior quebra de passageiros a nível nacional.

Logo após a introdução de portagens, em Dezembro de 2011, essa quebra ultrapassou os 50%, pelo que não existe “qualquer interesse em adiar” a medida que permitirá reduzir o valor das passagens, indicou.

“O próprio Governo disse que havia estudos da Infraestruturas de Portugal de que, com um preço mais baixo, o valor agregado da receita seria maior”, referiu, frisando que a medida iria permitir transferir parte o trânsito na Estrada Nacional (EN) 125, onde ainda estão em curso obras de requalificação, para a A22.

A eventual redução de portagens nas ex-SCUT foi referida por António Costa quando respondia a questões formuladas pela bancada do PS.

O líder do executivo aproveitou para recuperar uma pergunta formulada pelo secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, que questionou quando é que o Governo tenciona cumprir uma resolução já aprovada no parlamento a recomendar uma redução das portagens cobradas nas antigas SCUT.

António Costa disse que o Governo “tomou boa nota da recomendação que foi aprovada na Assembleia da República” e que o ministro do Planeamento e Infraestruturas tem vindo a desenvolver as negociações necessárias “para que possa ser executada ainda este Verão”.

No início de Maio, o parlamento aprovou um projecto de resolução do PS para a redução das portagens nas antigas SCUT, mas os diplomas apresentados pelo PCP e BE para a abolição das portagens foram rejeitados, bem como a proposta do PSD e CDS-PP para a suspensão ou redução das portagens na A22 até estarem concluídas as obras na EN125.

Entretanto, a Comissão de Utentes da Via do Infante (CUVI) agendou para domingo, em Lagoa, e para segunda, em Algoz e em Boliqueime, protestos contra o pagamento de portagens, que incluem a colocação de um memorial para assinalar as vítimas mortais da EN 125.

(Agência Lusa)

Facebook Comments

Comentários no Facebook