Brexit: Saída pode penalizar economia, turismo e emigrantes portugueses

Brexit: Saída pode penalizar economia, turismo e emigrantes portugueses

346
PARTILHE
“Como o crescimento económico global iria ser ainda mais moderado, o crescimento da economia portuguesa também abrandaria/estagnaria” afirma o economista-chefe do banco Montepio, Rui Bernardes Serra

A eventual saída do Reino Unido da União Europeia (‘Brexit’) pode criar instabilidade nos mercados e restrições aos emigrantes portugueses no país, mas também pode abrandar a economia portuguesa e reduzir o turismo, segundo analistas contactados pela agência Lusa.

“Como o crescimento económico global iria ser ainda mais moderado, o crescimento da economia portuguesa também abrandaria/estagnaria, e, consequentemente, assistir-se-ia a menores crescimento dos rendimentos das famílias”, disse à Lusa o economista-chefe do banco Montepio, Rui Bernardes Serra.

Além disso, o turismo português “poderia ser especialmente atingido, dado o elevado peso dos turistas britânicos no total dos turistas que visitam Portugal”, que representam 20,2% das dormidas de não residentes, uma queda da procura que resultaria “da recessão que o Reino Unido vivenciaria, bem como da queda da libra, que tornaria as viagens ao exterior bem mais caras”, acrescentou o analista.

(Agência Lusa)

Facebook Comments

Comentários no Facebook