Castro Marim inaugura exposição ‘Alm’Algarvia’ e Edifício Multifuncional no Dia do Município

Castro Marim inaugura exposição ‘Alm’Algarvia’ e Edifício Multifuncional no Dia do Município

364
PARTILHE
O Edifício Multifuncional de Empresas vai apoiar as empresas do concelho

Castro Marim festejou, no dia 24 de Junho, o seu feriado municipal, com um programa cultural diversificado, numa homenagem a Castro Marim, às suas gentes e à sua história.

A distinção de jovens talentos, dos melhores alunos do município e dos trabalhos associativos de mérito, a inauguração do Edifício Multifuncional de Empresas e a exposição “Alm’Algarvia”, foram os momentos altos deste Dia do Município.

Concluída a sessão solene, onde foram homenageados os jovens talentos, melhores alunos e trabalho associativo, seguiu-se a inauguração do Edifício Multifuncional de Empresas (EME) de Castro Marim. Localizado no centro histórico da vila, o EME vai apoiar a constituição de empresas que pretendam iniciar actividade, mas também aquelas que, já constituídas, precisem de algum tipo de incremento. Projectado pelo arquitecto José Alegria, o novo edifício representa um investimento de cerca de 600 mil euros, co-financiado em 75% pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), no âmbito do Programa de Cooperação Transfronteiriça Portugal – Espanha, Projecto PIDETRANS.

“Queremos valorizar empresas do sector primário, por exemplo, ligadas ao sal e à agricultura, do sector secundário e, finalmente, do sector terciário.

- Pub -

Comemorações encerraram com dois momentos concertos

Estas, apesar de estarem em terceiro lugar da hierarquia, poderão ser escolhidas em primeiro lugar se tiverem um carácter empreendedor, inovador e com um grande cunho de empregabilidade de jovens”, explicou a vice-presidente da Câmara Municipal de Castro Marim, Filomena Sintra, acrescentando que haverá também espaço para “sedes virtuais”, ou seja, para empresas que não precisam de um espaço físico, propriamente dito, mas “necessitam de um e-mail, uma caixa de correio ou de uma morada para receber encomendas”.

Exposição ‘Alm’Algarvia’ apresenta a colecção particular de acordeões de Vítor Faleiro

As comemorações continuaram com a inauguração da exposição “Alm’Algarvia” na Casa do Sal, desenvolvida por uma equipa de trabalho do município, em estreita parceria com a Mito Algarvio. A exposição “Alm’Algarvia”, que ficará patente até ao final de Agosto, traz-nos a colecção particular de acordeões de Vítor Faleiro, fundador da Associação Mito Algarvio, com um enquadramento histórico, mundial, nacional e regional. Desenvolveram-se conteúdos, formularam-se pesquisas, filmaram-se 16 diferentes registos e estilos musicais, em todo o Algarve, concluindo-se assim uma exposição etnográfica e musicológica, inédita na região, inspirada numa colecção particular de 30 instrumentos. Na exposição encontra-se ainda a oficina do Mestre José Domingos Horta, que constrói, de raiz, este instrumento musical que exprime tão bem a “alm’algarvia”.

Na sequência desta exposição, estreou também o documentário “A Saberia na ponta dos dedos – o Mito do Acordeão Algarvio”, realizado por Ivan Dias.

As comemorações terminaram com casa cheia no Revelim de St. António, com dois grandes momentos musicais. O concerto com o Duo “Amar Guitarra”, um projecto de João Cuña e Luís Fialho, num deslumbrante diálogo entre as suas guitarras em vários temas, originais e de outros autores, e em diversos estilos musicais, e o concerto de Jorge Fernando, um dos maiores músicos e produtores portugueses.

Facebook Comments

Comentários no Facebook