Primeiras demolições marcam arranque da requalificação da Praia de Monte Gordo

Primeiras demolições marcam arranque da requalificação da Praia de Monte Gordo

446
PARTILHE
As intervenções têm a duração de duas semanas e permitem a renovação das áreas e a reconstituição do cordão dunar
As intervenções têm a duração de duas semanas e permitem a renovação das áreas e a reconstituição do cordão dunar

A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) deu esta segunda-feira início às demolições de dois antigos apoios de praia em Monte Gordo, estruturas que se encontravam já abandonadas e sem uso, marcando assim o início da requalificação da frente de mar daquela zona balnear.

As intervenções têm a duração de duas semanas e preveem a demolição dos antigos restaurantes “Firmo”, junto ao Casino de Monte Gordo, e “Celso”, na Praia do Coelho, permitindo a renovação daquelas áreas e a reconstituição do cordão dunar.

Todas estas acções cumprem, na íntegra, as indicações do Plano de Ordenamento da Orla Costeira (POOC) Vilamoura – Vila Real de Santo António (VRSA), aprovado em 2005, cujo processo de revisão esteve em curso durante o ano passado.

Para Luís Gomes, presidente da Câmara de VRSA, “a medida é claramente positiva e marca o primeiro passo do que virá a ser a reabilitação da frente de mar da praia de Monte Gordo, uma área que se pretende moderna, atractiva e dinâmica”.

- Pub -

“As acções só pecam por tardias, até porque não temos medo da palavra demolições. Pelo contrário, esta será a oportunidade de dotar a praia de Monte Gordo com um turismo de qualidade e dar a oportunidade de os concessionários investirem em apoios com novas condições e com a dignidade que a praia merece”, prossegue o autarca.

O plano geral já aprovado contempla a remoção das antigas estruturas e a instalação de 10 zonas balneares, 10 novos apoios de praia simples com equipamento associado, bem como seis outros equipamentos.

Esta segunda fase da operação deverá arrancar no final desta época balnear e os trabalhos irão estender-se até ao início do Verão de 2017. O número de unidades em projecto permite que os actuais concessionários tenham a possibilidade de reinvestir, mantendo a sua actividade naquela praia.

Todas estas acções cumprem, na íntegra, as indicações do Plano de Ordenamento da Orla Costeira (POOC) Vilamoura - Vila Real de Santo António (VRSA), aprovado em 2005
Todas as acções cumprem, na íntegra, as indicações do Plano de Ordenamento da Orla Costeira (POOC) Vilamoura – Vila Real de Santo António (VRSA) aprovado em 2005

“Um projecto ambientalmente sustentável”

O plano de requalificação prevê a construção de um passadiço transversal ao longo da praia que dará acesso aos novos apoios balneares, assim como a construção de 10 pontos de entrada no areal a partir dos estacionamentos e marginal de Monte Gordo.

Ao nível ambiental, será recuperado todo o cordão dunar, enquanto as construções a implementar serão sobrelevadas, de forma a evitar o pisoteio, e obedecerão a materiais e projectos sustentáveis.

A proposta integra ainda a manutenção do corredor e zonas afectas à actividade piscatória, salvaguardando este importante sector da baía de Monte Gordo.

Autarquia avança com a construção de novo passeio marítimo

A reabilitação da praia de Monte Gordo junta-se ao processo de requalificação da frente de mar promovido pela autarquia de VRSA, cujo arranque está previsto para o final do Verão.

Esta, que é a maior operação urbanística jamais realizada em Monte Gordo, irá dar origem à criação de um passeio marítimo que será dotado por espaços verdes e de lazer, comércio, lojas e restauração.

Em plano, encontra-se ainda a construção de um núcleo hoteleiro na frente de praia, com vistas sobre a baía de Monte Gordo.

Junta-se a estes equipamentos a implementação de um conjunto de unidades turísticas na zona do antigo parque de campismo de Monte Gordo, avaliado em 120 milhões de euros, bem como a construção de um novo empreendimento turístico na zona nascente, avaliado em 50 milhões de euros.

Facebook Comments

Comentários no Facebook