Seminário sobre empreendedorismo e inovação enche auditório em Tavira

Seminário sobre empreendedorismo e inovação enche auditório em Tavira

508
PARTILHE
A iniciativa reuniu cerca de uma centena de pessoas

“Estimular e disseminar o empreendedorismo baseado na inovação” foi o objectivo proposto pelo Crédito Agrícola para o último seminário do ciclo de conferências regionais sobre “Empreendedorismo e inovação na agricultura, agro-indústria, floresta e mar”, que se realizou esta quarta-feira em Tavira.

Um evento que João Barrote, presidente do Conselho de Administração da Caixa do Crédito Agrícola (CCAM) do Sotavento Algarvio, considera ser “de grande importância para a área e para a região” e que contou com a presença de cerca de uma centena de pessoas.

“O Crédito Agrícola alinhou em boa altura com este projecto, que tenta incentivar, como o próprio nome indica, a inovação e o empreendedorismo dentro das empresas, não só ao nível da agricultura e pescas mas abrangendo muitas outras áreas”, acrescenta o presidente da  CCAM do Sotavento Algarvio.

O evento contou com um conjunto de oradores do sector empresarial e académico que aproveitaram a ocasião “colocar em debate temas que incluam os sectores agrícola, florestal e do mar utilizando vários exemplos de projectos que nasceram na região. E isso é muito importante”, salienta Fernando Severino, director Regional de Agricultura e Pescas do Algarve.

Jorge Botelho acredita que “é preciso ter boas ideias, bons quadros comunitários e uma boa banca que possa financiar a actividade” dos jovens empreendedores
- Pub -

“Cada vez mais há jovens a regressar às propriedades familiares, que foram abandonadas ao longo dos anos, e que estão a tomar iniciativa, a ser empreendedores e a arriscar e para arriscar é preciso ter boas ideias, bons quadros comunitários e uma boa banca que lhes possa financiar a actividade, fazendo com que a economia possa crescer”, afirma Jorge Botelho, presidente da Câmara da cidade anfitriã deste evento.

Inovar em terra e em mar

Numa iniciativa em que as palavras de ordem são empreendedorismo e inovação, não faltaram exemplos, e no Algarve há empresas a nascer do mar e da terra. Como a de Helena Vieira, directora executiva da BlueBio Alliance, uma startup que é “uma rede nacional, que inclui todos os subsectores da cadeia de valor de biorecursos marinhos em Portugal”. “A BlueBio Alliance nasceu porque sou uma apaixonada por inovação e por tornar ideias em produtos e soluções concretas”, referiu a empresária na sua intervenção. “E Portugal precisa que se faça mais e se adie menos”, frisou, “o empreendedorismo é muito acarinhado em Portugal mas os portugueses gostam de adiar para daqui a três anos projectos que podem começar a ser feitos já”, conclui.

Licínio Pina, presidente do Conselho de Administração Executivo do Crédito Agrícola, Jorge Filipe Raiado, da Salmarin, Pedro Madeira, da Frusoal, Anabela Romano, da Universidade do Algarve e Nelson Dias da In.Loco foram alguns dos oradores convidados.

O evento contou com um conjunto de oradores do sector empresarial e académico

Depois de Gaia, Bragança, Castelo Branco e Portalegre, Tavira é a quinta cidade a receber este ciclo de seminários. João Barrote acredita que o convite para assumir a responsabilidade de organizar o evento se deve ao facto de “a Caixa do Crédito Agrícola Mútua do Sotavento Algarvio fazer, há muito tempo, parte dos órgãos sociais de cúpula do Crédito Agrícola, desde o Conselho Geral, até à própria Federação Nacional das Caixas de Crédito Agrícola Mútuo (FENACAM), por isso é muito natural que reconheçam esta Caixa como uma referência para que estas coisas possam ser levadas por diante”, sugere.

Carlos Courelas salientou a importância do empreendedorismo para o Crédito Agrícola e para a região

Carlos Courelas, presidente do Conselho Geral e de Supervisão do Crédito Agrícola afirmou que neste seminário se pretendeu “esmiuçar o tema do empreendedorismo nos sectores da agricultura, agro-indústria, floresta e mar sendo”, aproveitando para destacar que a iniciativa “abarca também o Prémio Empreendedorismo e Inovação Crédito Agrícola 2016, que vai distinguir novos negócios e novas ideias no âmbito destes sectores em que se reconheça o carácter inovador e previsível viabilidade”, realçou.

As candidaturas para o galardão e para as vantagens e apoios a ele associadas pela CCAM estarão abertas até 1 de Julho.

(Com Ricardo Claro)

Facebook Comments

Comentários no Facebook