Tavira aposta em animação de rua durante todo o Verão

Tavira aposta em animação de rua durante todo o Verão

966
PARTILHE
A Praça da República e o Jardim do Coreto, as principais salas de visita da cidade, terão uma programação musical intensa

Música, gastronomia ou cinema, tudo cabe nas ruas de Tavira durante este Verão. A animação começa já no dia 1 de Julho com a 12ª edição do “Cenas na Rua”, um festival de teatro e artes na rua a decorrer durante duas semanas com a presença de companhias premiadas e projectos de Portugal, Espanha, Inglaterra e Itália que aqui apresentam espectáculos de novo circo, teatro, marionetas, comédias musical, assim como “stand up comedy”.

Mandrágora, O Bando, Pagagnini, Kumpania Algazarra Cia, Jean Philippe Kikolas, Armação do Artista, Eccentrici Dadarò, Rui Paixão, Aldo Lima, Laitrum Teatre, Ao luar Teatro, Capicua 333 e Enfila S.A. são algumas das presenças previstas para as praças do centro histórico da cidade. Destaque, ainda, para os universos geniais de Shakespeare e Cervantes falecidos, no mesmo dia, em 1616.

De Julho a Setembro, o “Verão em Tavira” propõe um programa para todos, seguindo a linha de valorização da cultura portuguesa, do património cultural universal, nomeadamente, através do teatro, da música, do cinema, da dança, das artes visuais, da literatura, das visitas ao património, do folclore, do desporto e das feiras temáticas.

O terraço do Palácio da Galeria volta a ser o cenário, entre 21 e 23 de Julho, do “Jazz no Palácio” que conta com o Quinteto de Joana Machado (dia 21), Júlio Resende e o fado de Marco Rodrigues (dia 22) e o Quarteto Ricardo Toscano (dia 23).

- Pub -

O parque do Palácio da Galeria na “colina genética” de Tavira acolhe concertos de artistas reconhecidos a nível nacional e internacional é o caso do compositor e pianista Rodrigo Leão (16 de Julho), a fadista Cuca Roseta (29 de Julho), os populares Deolinda (4 de Agosto) e o sempre apreciado António Zambujo (19 de Agosto).

As Mostras de “Cinema Europeu” (5 a 15 de Julho) e “Não Europeu” (5 de Julho a 15 de Agosto), promovidas pelo Cineclube de Tavira, decorrem, à semelhança dos anos anteriores, nos claustros do Convento do Carmo, com uma selecção de alguns dos melhores filmes das últimas temporadas.

A Praça da República e o Jardim do Coreto, as principais salas de visita da cidade, terão uma programação musical intensa. Marcarão presença intérpretes e projectos musicais como Juan Santamaria e a Banda Musical de Tavira, canto andaluz e fado acompanhados pela música filarmónica (15 de Julho), a Orquestra de Jazz do Algarve com Maria Anadon (30 de Julho), Selma Uamusse apresenta a nova música de Moçambique (5 de Agosto), “Gala lírica – Mozart” com cantores do Teatro Nacional de São Carlos (6 de Agosto), “Marafona” (13 de Agosto) e “Retimbrar” novos projectos da música tradicional portuguesa (26 de Agosto) e Real Combo Lisbonense com o projeto “Saudade de Você – às Voltas com Carmem Miranda” (27 de Agosto), para além do folclore, músicas tradicionais e do mundo, danças de salão, entre outros.

No Palácio da Galeria continua a exposição “Dieta Mediterrânica, património cultural milenar”, viagem pelo universo da cultura mediterrânica, a história, as paisagens culturais, os alimentos sagrados, as festividades e alimentação saudável e no Núcleo Islâmico do MMT a exposição “Tavira Islâmica” apresenta a colecção com o famoso ex-libris “Vaso de Tavira” regressado do Louvre e Rabat, assim como a exposição de fotografias de Cabrita Nascimento “Chefchaouen”.

A rua do Cais recebe, de Julho a Setembro, variadas feiras e mostras como o “Festival Vinhos e Sabores” de 7 a 10 de Julho, as Feiras dos Stocks de 14 a 17 de Julho, Feira do Livro entre 20 de Julho e 3 de Agosto), dos Ofícios de 6 a 15 de Agosto e das Antiguidades e Velharias entre 18 e 28 de Agosto.

De 1 a 4 de Setembro decorre mais uma edição da Feira da Dieta Mediterrânica, a qual integra o Plano de Salvaguarda da Dieta Mediterrânica declarada Património Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO, sendo Tavira a comunidade representativa de Portugal.

Este ano será dada especial atenção ao Ano Internacional da Leguminosas decretado pela FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura), à valorização dos recursos naturais e produtos locais e aos programas e espaços para infância e juventude.

Facebook Comments

Comentários no Facebook