Universidade do Algarve abre candidaturas para o Ano Zero

Universidade do Algarve abre candidaturas para o Ano Zero

419
PARTILHE
O Ano Zero constitui uma oportunidade para os estudantes estabelecerem o primeiro contacto com o ensino superior e poderem participar activamente nas actividades académicas da Universidade

Até ao dia 26 de Agosto decorre a 1ª fase de candidaturas para o Ano Zero da Universidade do Algarve (UAlg). A iniciativa tem como principais objectivos ajudar os finalistas do ensino secundário a superar as dificuldades no ingresso a alguns cursos superiores, aprofundando os seus conhecimentos nas disciplinas de acesso (Física e Química A ou Matemática A).

O Ano Zero proporciona-lhes, ainda, a oportunidade de frequentarem, simultaneamente, algumas unidades curriculares das respectivas licenciaturas, creditando os ECTS das unidades com aproveitamento nos currículos dos estudantes que ingressem, posteriormente, no respectivo curso de Engenharia/Tecnologia ou Economia da UAlg. Obtendo aprovação em pelo menos 24 ECTS podem ainda recuperar o ano de atraso de entrada na Universidade, aproveitando a possibilidade regulamentar de inscrição num maior número de unidades curriculares nos restantes anos do curso.

No casos dos candidatos aos cursos de Engenharia/Tecnologia do Instituto Superior de Engenharia, podem candidatar-se à frequência do Ano Zero todos os interessados que, tendo concluído o 12º ano com classificação positiva nos exames nacionais de Física e Química A e de Matemática A, não conseguiram entrar no curso de Engenharia da sua preferência, ou que concluíram com aproveitamento o processo de avaliação contínua no ensino secundário, mas não obtiveram aprovação em pelo menos um dos exames nacionais de Física e Química A e de Matemática A.

Os candidatos poderão ainda ter concluído o processo de avaliação contínua no ensino secundário, sem ter realizado pelo menos um dos exames nacionais de Física e Química A e de Matemática A, ou ter frequentado, entre outras, as disciplinas de Física e Química A e de Matemática A, sem ter tido aprovação no processo de avaliação contínua numa dessas disciplinas ou só nessas duas disciplinas.

No caso dos candidatos ao curso de Economia da Faculdade de Economia, podem candidatar- se à frequência do Ano Zero todos os interessados que, tendo concluído o 12º ano com classificação positiva no exame nacional de Matemática A, não conseguiram entrar no curso de Economia da sua preferência, ou que concluíram com aproveitamento o processo de avaliação contínua no ensino secundário, mas não obtiveram aprovação no exame nacional de Matemática A.

Os candidatos poderão ainda ter concluído o processo de avaliação contínua no ensino secundário, sem ter realizado o exame nacional de Matemática A, ou ter frequentado, entre outras, a disciplina de Matemática A, sem ter tido aprovação no processo de avaliação contínua nessa disciplina.

De realçar que o Ano Zero constitui uma oportunidade para os estudantes estabelecerem o primeiro contacto com o ensino superior e poderem participar activamente nas actividades académicas da Universidade.

Facebook Comments

Comentários no Facebook