‘Aldeia MED’ está de volta à cidade de Loulé (com fotogaleria)

‘Aldeia MED’ está de volta à cidade de Loulé (com fotogaleria)

492
PARTILHE

Milhares de pessoas invadiram, esta quinta-feira, as ruas históricas de Loulé para o primeiro dia da 13ª edição do Festival MED, onde houve música para todos os gostos, artes plásticas, animação de rua, artesanato, dança, teatro e exposições.

A música começou a ouvir-se por volta das 20 horas e prolongou-se até de madrugada, numa noite onde o convívio e a alegria (impulsionada pela vitória de Portugal no Euro 2016) dominaram. O destaque da noite foi para o concerto de António Zambujo e para o Palco Jardim – uma das novidades deste ano -, onde actuaram os africanos Muhsilwan.

A festa continua até ao próximo dia 3, num festival que não se esgota nos palcos dos concertos e onde as várias culturas do mundo se encontram nas ruas da “Aldeia MED”, sempre em movimento.

Veja em baixo a fotogaleria

A animação musical começou por volta das 20 horas
Daniel Kemish actuou no Palco Arco
A gastronomia também não pôde faltar no festival
Os Muhsilwan estrearam o Palco Jardim
António Zambujo foi um dos destaques da noite
A edição deste ano conta com 55 concertos distribuídos por oito palcos
O convívio e a partilha de culturas são imagens de marca do festival MED
A cultura portuguesa representada à entrada do Claustro do Convento
Pelo segundo ano consecutivo, o Fado marca presença no MED
Durante os três dias de festival são esperadas mais de 20 mil pessoas
Animação de rua foi o que não faltou nas ruas históricas de Loulé
A música começou cedo e prolongou-se pela noite dentro
Escavação visitável dos banhos islâmicos de Loulé
A ruína em Loulé é única, até ao momento, no actual território português
Milhares de pessoas marcaram presença no primeiro dia do MED
- Pub -

(Fotogaleria de Mónica Monteiro)

(Com Ricardo Claro)

Facebook Comments

Comentários no Facebook