ARS/Algarve reforça pedido de médicos para o Verão

ARS/Algarve reforça pedido de médicos para o Verão

374
PARTILHE
ARS quer reforço de médicos com urgência, 59 vagas estão disponíveis para o Verão

A ARS/Algarve (Administração Regional de Saúde) publicou novamente um aviso relativo à candidatura de médicos para preenchimento de vagas temporárias no Algarve durante o Verão, revendo as necessidades regionais imediatas em matéria de clínicos nos centros de saúde e unidades hospitalares da região.

Desta feita a ARS solicita aos médicos do país que se candidatem a seis vagas em cada um dos três nos agrupamentos de centros de saúde regionais, para a ‘consulta do turista / de recurso’, num total de 18 clínicos.

Para os hospitais da região a ARS precisa no imediato de nove ortopedistas, 12 médicos das especialidades de ginecologia e obstetrícia, quatro de pediatria, 12 de anestesiologia e quatro de medicina interna.

“De 1 de Junho a 30 de Setembro os médicos especialistas com disponibilidade para desempenhar funções na Região do Algarve terão ao seu dispor um novo regime de mobilidade, de acordo com o Despacho n.º 7222-A/2016, publicado em Diário da República no dia 1 de Junho”, recorda a ARS/Algarve. 

Com esta medida, segundo a mesma instituição, “o Ministério da Saúde prevê aumentar a assistência médica, recorrendo à mobilidade, nomeadamente à mobilidade parcial prevista na lei, assegurando desta forma o número de médicos indispensáveis para a prestação de cuidados de saúde com qualidade”.

Verão cheio aumenta necessidades reconhece a ARS

A ARS reconhece que “num ano em que se espera um acentuado aumento do fluxo de turistas na Região do Algarve o novo instrumento de mobilidade agiliza um procedimento de colocação de médicos especialistas, em particular em situações em que se revelem indispensáveis para a adequada cobertura de cuidados, assim como para assegurar a constituição de escalas de urgência”.

A adesão ao «Reforço à Assistência Médica no Algarve durante o período de verão» é voluntária, dependendo sempre da apresentação de candidatura por parte do médico especialista interessado, mediante preenchimento do formulário disponibilizado pela ARS Algarve.

As candidaturas dispensam o acordo do órgão ou serviço de origem, e conferem ao médico o direito ao pagamento das ajudas de custo e eventuais despesas de transporte.

Facebook Comments

Comentários no Facebook