Baixa de Faro festeja presença na final do Euro2016 pela noite dentro

Baixa de Faro festeja presença na final do Euro2016 pela noite dentro

411
PARTILHE
Cerca de cinco mil adeptos encheram, mais uma vez, a fan zone preparada a preceito no jardim Manuel Bívar

A baixa de Faro tremeu com os golos de Cristiano Ronaldo e Nani e festejou o apuramento da selecção portuguesa de futebol para a final do Euro2016 pela noite dentro, prometendo mais uma jornada de alegria para domingo.

Cerca de cinco mil adeptos encheram, mais uma vez, a fan zone preparada a preceito no jardim Manuel Bívar, apoiando a formação portuguesa do princípio ao fim do jogo.

“Eu já tinha dito que era uma vitória por 2-0 e foi uma aposta ganha. Temos uma grande equipa e, mesmo com o Cristiano Ronaldo, o melhor do mundo, a nossa principal arma é o coletivo”, disse à agência Lusa Diogo Bárbara, 18 anos, de bandeira às costas e geleira na mão.

“Para a final, não interessa o adversário. Tanto faz, temos de entrar com tudo e ganhar”, salientou, de forma confiante, sobre o jogo de domingo.

- Pub -

Os jovens com máscaras de Cristiano Ronaldo, de megafone, a entoar vários cânticos de apoio, deram o mote numa primeira parte sem grandes momentos de animação, mas os momentos mais esperados só chegaram depois do intervalo, fazendo tremer a baixa farense.

No final, o fogo-de-artifício e os ‘confettis’ invadiram a ‘fan zone’ antes da música prometida pelo dj, que continuou pela noite dentro, enquanto outros adeptos iniciavam uma caravana automóvel pelas principais ruas da cidade.

Pedro Leandro, que assistiu à partida com a mulher e os filhos, todos equipados a rigor, esperava, “naturalmente”, um triunfo de Portugal, que considerou ter efectuado uma “grande” segunda parte.

“A primeira parte foi mal jogada mas depois do intervalo marcámos e gerimos o resultado muito bem. Foi um grande jogo. Agora vamos ter pela frente uma de duas equipas muito fortes mas eu preferia a França”, acrescentou.

Já Filomena Horta, que foi pela primeira vez à fan zone de Faro “para dar sorte”, apesar de não ter dúvidas em relação ao triunfo sobre País de Gales, espera repetir a presença no domingo.

“Terei de sair do trabalho à pressa mas tenho de voltar. Este ambiente é fantástico e a selecção merece, por tudo o que tem feito. A final acho que vai ser contra a Alemanha e 1-0 chega”, declarou.

Pedro Lopes, entre elogios ao comportamento da equipa portuguesa e de vários jogadores, não esqueceu o registo histórico da selecção portuguesa contra a França na hora de escolher o adversário preferido para a final.

“Alemanha ou França? Sinceramente, prefiro a Alemanha porque não quero perder com a França”, referiu.

(Agência Lusa)

Facebook Comments

Comentários no Facebook