Bloco de Esquerda quer saber situação da tarifa social da água no...

Bloco de Esquerda quer saber situação da tarifa social da água no Algarve

429
PARTILHE
Deputados bloquistas querem informações precisas sobre a forma como a tarifa social no abastecimento de água está a ser aplicada pelas Câmaras do Algarve

A aplicação de tarifas sociais nos consumos de água é o tema que leva o Bloco de Esquerda (BE) a entregar na semana que hoje se inicia um requerimento na Assembleia da República dirigido a todas as autarquias do Algarve.

João Vasconcelos e Jorge Costa, deputados do BE e autores da iniciativa, sublinham que “a Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR) recomendou, a todas as entidades gestoras de serviços de água e resíduos, a prática de tarifas compatíveis com a sustentabilidade dos serviços e com a capacidade económica das populações”.

Neste contexto, refere a estrutura partidária, “os parlamentares do Bloco querem conhecer qual o sistema do serviço de abastecimento de água em baixo do no município, designadamente se este é público ou privado e se o mesmo dispõe de tarifa social para cidadãos e famílias de baixos rendimentos”.

Os parlamentares visam ainda saber “quais os critérios aplicados pelo município para o acesso à tarifa social, qual a redução prevista em relação à tarifa normal e de que forma a mesma pode ser pedida”.

Os deputados bloquistas querem também números concretos nas respostas a serem dadas pelos municípios do Algarve, nomeadamente apurar “quantos contratos domésticos de abastecimento de água existem no concelho e, destes quantos estão ao abrigo da referida tarifa social”.

Facebook Comments

Comentários no Facebook