Doçaria tradicional algarvia está de volta a Lagos

Doçaria tradicional algarvia está de volta a Lagos

494
PARTILHE
O evento, de entrada gratuita, terá lugar entre os dias 29 e 31 de Julho, no Complexo Desportivo de Lagos

Todos os anos o ritual repete-se. No último fim de semana de Julho, Lagos transforma-se na capital artística da doçaria algarvia, com a realização da Feira Concurso Arte Doce no Complexo Desportivo Municipal.

A XXIX edição da Feira Concurso Arte Doce / 2016 vai decorrer sob o tema “Lugares de Globalização”. As inscrições para a participação, nas várias categorias, já estão abertas.

O evento, de entrada gratuita, terá lugar entre os dias 29 e 31 de Julho, no Complexo Desportivo de Lagos. À doçaria regional, confeccionada sobretudo à base de amêndoa e figo, juntam-se os produtos regionais, o artesanato e a animação musical.

A edição deste ano decorre entre as 18 horas e a meia-noite. Este ano, para além da doçaria e do artesanato local e regional, pretende-se contar com a presença alargada de doceiras e artesãos, reunindo uma maior diversidade de produtos e de proveniências diversas.

- Pub -

As habituais tasquinhas com os tradicionais petiscos algarvios e a animação musical estarão igualmente em destaque. O programa da Feira Concurso Arte Doce foi reforçado com artistas nacionais como David Carreira, Cuca Roseta com a Orquestra de Sopros do Algarve e o André Sardet, tornando o cartaz mais apelativo para os residentes locais e regionais, mas também para os milhares de visitantes que escolhem Lagos como destino turístico, neste período estival.  

Lugares de Globalização foi o tema obrigatório escolhido para esta edição, e que permitirá às doceiras participantes pôr a imaginação à prova para o Concurso Arte Doce, que visa apelar à criatividade e sentido estético das doceiras.

Submetida pela Região de Turismo do Algarve à Comissão Nacional da UNESCO com o objectivo de integrar a Lista Indicativa de Portugal ao Património Mundial, a candidatura “Lugares de Globalização” pretende ver reconhecido o Valor Universal Excepcional deste bem Cultural conforme critérios estabelecidos pelo Comité do Património Mundial.

A candidatura tem o apoio técnico e institucional da Direcção Regional de Cultura do Algarve e abrange territórios do Algarve (Sagres e as “Terras do Infante”, Lagos, Silves), Madeira (Funchal), Açores (Angra do Heroísmo – Terceira; Vila do Porto – Santa Maria).

A 29ª edição da Arte Doce é organizada pela Câmara de Lagos e conta com os apoios das Juntas de Freguesia do Concelho, da empresa municipal Lagos-em-forma, Região de Turismo do Algarve e de alguns restaurantes do concelho. 

Facebook Comments

Comentários no Facebook