Fatacil renovada prepara-se para receber 170 mil pessoas

Fatacil renovada prepara-se para receber 170 mil pessoas

664
PARTILHE
Francisco Martins, autarca de Lagoa, garante que os visitantes vão encontrar uma ‘nova Fatacil’

Imagem renovada e cartaz predominantemente português são os destaques para a Fatacil 2016, que se realiza entre os dias 19 e 28 de Agosto e que este ano é organizada pela primeira vez pela Câmara de Lagoa, na sequência da extinção da anterior organizadora Fatasul.

D.A.M.A., Anselmo Ralph, The Gift, Agir, Miguel Araújo, Quim Barreiros, Rita Guerra, Mickael Carreira, Ana Moura e Rui Veloso são os nomes convidados para fazer parte desta edição, que pretende ser “a maior montra de Lagoa no Algarve e do Algarve no país e no mundo”.

Francisco Martins, presidente da autarquia, garante que quem visitar o certame este ano irá encontrar uma “nova Fatacil”. O município fez alterações ao nível estrutural do espaço de forma a conseguir potenciá-lo.

Dentro das várias alterações realizadas, a autarquia destaca
a demolição do antigo pórtico da entrada, que agora “vai ser tubular com um ecrã gigante e iluminação LED”.

- Pub -

Já no interior do Parque Municipal, a câmara optou por desmontar a nave central por ter “pouca utilidade” e ser “muito fria no Inverno e muito quente no Verão”, para dar lugar a uma estrutura metálica decorada com luzes e que irá receber o “Amar a Terra”. Esta “zona nobre” da feira pretende ser a montra dos produtos e produtores regionais do Algarve.

Dentro destas mudanças a autarquia decidiu ainda retirar o palco da zona da restauração, por não ter a “acústica e capacidade técnica suficientes para acolher concertos”, explicou o presidente.

“Esta mudança permitiu que os expositores da área da restauração fiquem virados para a feira e não de costas como estavam alguns no ano passado”, acrescentou o edil.

Estas intervenções são as principais novidades da Fatacil para 2016, tendo custado à autarquia cerca de 300 mil euros. Contudo, esta é apenas a primeira fase de requalificação de um projecto que Francisco Martins espera conseguir apresentar na íntegra ao público durante o certame e cujo investimento total ainda não está quantificado, apesar de ser “certamente” mais avultado do que o despendido até agora, frisou Francisco Martins.

Este ano, e porque Lagoa é “Cidade do Vinho 2016”, a feira integra as comemorações no âmbito da distinção, sendo que as actividades e os conteúdos do programa vão dar um particular destaque ao vinho e à cultura, nas suas mais variadas vertentes.

Entre a zona do artesananto e a zona da restauração os visitantes poderão encontrar uma área dedicada ao vinho, onde estarão 10 produtores oriundos de todas as regiões do país, um por cada dia de certame.

Parque Municipal de Feiras e Exposições transformado num grande parque urbano

A autarquia vai transformar, ao longo dos próximos três anos, o espaço até agora utilizado apenas para a realização da Fatacil durante o mês de Agosto, num “grande parque urbano”, onde se possam desenvolver outros eventos ao longo do ano. Esta será uma tentativa de evitar que o Parque Municipal de Feiras e Exposições seja “um espaço morto como tem sido até agora”, diz o presidente.

“O Parque Municipal de Feiras e Exposições onde se realiza a feira é um espaço que era unicamente utilizado pela Fatacil e que consideramos ser um espaço nobre na cidade de Lagoa para ter uma utilização tão pequena durante o ano”, justifica o autarca.

A Câmara de Lagoa espera receber cerca de 170 mil pessoas na feira durante os dez dias, com o preço das entradas a manter-se nos 3,50 euros. As portas do certame abrem às 18 horas e encerram à uma da manhã, com os concertos a ter início por volta das 22 horas. Os bilhetes já podem ser adquiridos através da Ticketline e lojas aderentes.

Facebook Comments

Comentários no Facebook