Festival Al-Buhera em contagem decrescente

Festival Al-Buhera em contagem decrescente

553
PARTILHE
Evento já faz parte dos principais roteiros culturais e turísticos do país

O Festival Al-Buhera regressa a Albufeira, entre 27 e 31 de Julho, para mostrar o que de melhor se faz no país em termos de artesanato. Centenas de tendas e várias bancas coloridas vão encher a Praça dos Pescadores de peças genuínas em materiais que vão da marroquinaria, à cortiça, objectos em ourivesaria, cobre, bronze, latão, cestaria, têxteis, artes decorativas, sabonetes naturais, aromoterapia, bordados, artigos em tricot e crochet.

Este ano o evento extravasou as fronteiras da região para receber artesãos de outros pontos do país, nomeadamente de Vila Nova de Gaia, Porto, Alentejo, centro, zona metropolitana de Lisboa e Ilha da Madeira.

De Évora vêm os cobres, bronzes, peles e os tradicionais chocalhos – arte milenar distinguida pela Unesco em Dezembro de 2015 como Património Cultural Imaterial da Humanidade – e do Redondo a olaria. A doçaria regional do Algarve, conservas, compotas, licores, mel e a flor de sal vão fazer as honras da casa, desta feita disputando as atenções dos visitantes com os Pastéis de Tentúgal, a doçaria conventual e produtos regionais da Madeira como a poncha e o bolo do caco, entre outras iguarias.

Este ano há uma forte aposta nos artistas nacionais

O evento que já faz parte dos principais roteiros culturais e turísticos do país, decorre de quarta a domingo (inclusive), das 19 à 1 hora, faz este ano uma aposta forte no programa de animação.

- Pub -

No dia 27 (quarta-feira), o Al-Buhera abre as portas com chave de ouro com um grande nome do panorama musical nacional. José Cid promete encher o palco com alguns dos seus maiores sucessos como “Um grande, grande amor”, “Minha Música” e “Cabana junto à Praia”, bem como as principais músicas dos seus álbuns mais recentes. A primeira parte do espectáculo conta com José Praia para aquecer o ambiente. No dia 28 (quinta-feira) o destaque vai para Viviane, dos “Entre Aspas”, com o Grupo Al-Buhera a anteceder a actuação principal. A 29 (sexta-feira) os Al-Mouraria são os primeiros a pisar o palco, a que se segue a actuação do artista principal Diogo Piçarra. No dia 30 (sábado) o espectáculo promete aquecer com os ritmos quentes da Jamaica na voz do maior cantor nacional de Reggae Richie Campbel a seguir à actuação de Beto Kalulu & os Compotas. A 31 (domingo), último dia do Al-Buhera, a Banda Alhada e Dengaz & Ahya Band encerram o programa, que promete mais novidades no próximo ano.

Facebook Comments

Comentários no Facebook