PSD de Bragança exige regresso imediato dos médicos deslocados para o Algarve

PSD de Bragança exige regresso imediato dos médicos deslocados para o Algarve

336
PARTILHE
Jorge Fidalgo vincou que existirem, durante o verão, dois ortopedistas e um anestesista da Unidade Local de Saúde (ULS) do Nordeste “não faz qualquer sentido”

O presidente da Distrital de Bragança do PSD, Jorge Fidalgo, exigiu esta sexta-feira o regresso imediato dos três médicos deslocados da região para o Algarve, argumentando que fazem falta no distrito transmontano.

A decisão do Ministério da Saúde de ceder ao Algarve, durante o verão, dois ortopedistas e um anestesista da Unidade Local de Saúde (ULS) do Nordeste “não faz qualquer sentido”, na avaliação do dirigente social-democrata.

Jorge Fidalgo vincou, em declarações à Lusa, que se durante o verão as carências aumentam no Algarve devido à procura turística, também na região de Bragança “a população duplica ou triplica” com o regresso dos emigrantes para férias.

(Agência Lusa)

Facebook Comments

Comentários no Facebook