Salir revive tempos medievais

Salir revive tempos medievais

622
PARTILHE
Salir prepara-se para recriar o período da Reconquista

O Festival ‘Salir do Tempo’ está de volta àquela vila do interior de Loulé, entre 22 e 24 de Julho, proporcionando a quem por lá passa uma autêntica viagem medieval com mais de 760 anos de história.

Este evento, que tem por base a recriação histórica do período da Reconquista, transforma Salir num palco de experiências de regresso ao passado, onde a música, dança, artes performativas, animação itinerante, rábulas e estórias, exposições ou gastronomia são algumas das componentes desta festa medieval.

A recriação do mercado medieval, baseado em produtos dessa época, onde vários mercadores presentes com as suas bancas de produtos tradicionais como o mel, cortiça, cestaria ou frutos secos, e os artesãos com os seus ofícios, também fazem parte deste cenário, bem como a parte gastronómica, com destaque para a recriação de uma cozinha medieval.

Pelo palco vão passar vários grupos de música medieval

Este ano, o recinto divide-se em três áreas temáticas – Cristã, Moura e Judaica – e muitas novidades ao nível dos espaços como o acampamento castrense, caravana moura, mercado dos petizes e dos infantis, o judeu ferreiro, o harém, o pátio das laranjeiras, praça dos medicantes, a pedra da moura encantada, o poiso do visitante, a praça dos artistas ou as praças das beberagens e do sustento.

- Pub -

A organização proporciona ainda ao visitante oficinas gratuitas, que poderá adquirir o copo oficial do evento.

O evento pode ser visitado na sexta-feira e sábado, das 19 às 2 horas; e no domingo, das 18 às 00 horas.

O Festival ‘Salir do Tempo’ é organizado pela Câmara de Loulé e conta com a colaboração da Junta de Freguesia de Salir e participação da Viv’Arte.

Os bilhetes têm um custo de três euros (um dia) e cinco euros (3 dias).

O organização anuncia que “brevemente será divulgado o programa completo do Salir do Tempo 2016”.

Facebook Comments

Comentários no Facebook