Turismo algarvio começa época alta com mais receita

Turismo algarvio começa época alta com mais receita

385
PARTILHE
Os mercados britânico, alemão e francês foram os que contribuíram mais para a subida verificada na taxa de ocupação do distrito de Faro

A taxa de ocupação turística no Algarve em Junho atingiu 81,9%, mais 5,2% do que no mesmo período de 2015, enquanto o volume de negócios aumentou 10,1%, anunciou esta terça-feira a Associação dos Hoteleiros e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA).

“O volume de vendas cresceu acima das taxas de ocupação, o que significa que houve uma recuperação dos preços” e o aumento de receitas, após a crise de 2008, explicou o presidente da AHETA, Elidérico Viegas.

Os mercados britânico, alemão e francês foram os que contribuíram mais para a subida verificada na taxa de ocupação do distrito de Faro.

A AHETA aponta que Tavira e Lagos/Sagres tiveram as maiores subidas na taxa de ocupação com 16,9% e 7,8%, respectivamente, enquanto Albufeira registou um aumento de 5,5%.

- Pub -

No que se refere ao tipo de alojamento, a AHETA destaca as subidas nos hotéis e aparthotéis de quatro estrelas, com mais 6% do que no mesmo período em 2015, e nos de três estrelas, com uma subida de 5,4%.

Os resultados estão “na linha das expectativas que tínhamos para este ano”, afirmou Elidérico Viegas, referindo que o Brexit (saída do Reino Unido da União Europeia) ainda não está a ter impacto no sector turístico.

“Para o turismo, o Brexit não é uma boa notícia. Neste momento, face às expectativas que estavam criadas, consideramos que ainda é muito cedo para perceber o impacto real que pode ter na procura turística do Algarve”, concluiu.

(Agência Lusa)

Facebook Comments

Comentários no Facebook