UAlg e FEUP reforçam cinergias para a área das ciências do mar

UAlg e FEUP reforçam cinergias para a área das ciências do mar

322
PARTILHE
O momento da assinatura do protocolo de cooperação que une o CIMA e o INEGI

A Sala de actos da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade do Algarve (UAlg) foi o espaço escolhido para acolher, ontem, a assinatura do protocolo de cooperação entre o Centro de Investigação Marinha e Ambiental (CIMA) da UAlg e o Instituto de Ciência e Inovação em Engenharia Mecânica e Engenharia Industrial (INEGI) da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP).

O acordo que assumiu a forma de protocolo, “visa estreitar relações de cooperação e intercâmbio nos domínios de atividade a que se dedicam, com destaque para projetos ligados ao meio marinho”, refere a UAlg na informação divulgada a respeito desta parceria.

O INEGI é um Instituto de novas tecnologias, situado no interface Universidade – Indústria e vocacionado para a realização de actividade de investigação e de inovação de base tecnológica e transferência de tecnologia orientada para o tecido industrial.

Com a figura jurídica de Associação Privada sem Fins Lucrativos, o estatuto de «Utilidade Pública» e uma equipa própria de 200 colaboradores, assume-se como um agente activo no desenvolvimento e consolidação de um modelo competitivo baseado no conhecimento, na densidade tecnológica dos produtos e processos e na inovação de base tecnológica.

- Pub -

A sessão de abertura da assinatura do protocolo contou com a presença da vice-reitora da UAlg, Ana de Freitas, do presidente do Conselho de Administração do INEGI, Alcibíades Paulo Soares Guedes, e da coordenadora do CIMA, Maria João Bebiano.

O CIMA e o INEGI, atentos aos actuais desenvolvimentos na economia do mar em Portugal e no Mundo, pretendem, através deste protocolo, desenvolver actividades de cooperação que reforcem interesses mútuos das duas instituições, nomeadamente na área da investigação científica e desenvolvimento tecnológico, para dar resposta a vários desafios ligados ao desenvolvimento da Economia do Mar.

Facebook Comments

Comentários no Facebook