Castro Marim suspende fogo-de-artifício para ajudar a Madeira

Castro Marim suspende fogo-de-artifício para ajudar a Madeira

403
PARTILHE
Programa de fogo-de-artifício em dois grandes eventos foi hoje cancelado

A Câmara de Castro Marim cancelou hoje o programa de fogo-de-artifício de dois dos seus maiores eventos culturais – Festas em Honra de N. Sra. dos Mártires e Dias Medievais – para ajudar a população da Madeira, afectada pelo flagelo dos incêndios. A verba financeira será então canalizada para custear a reconstrução e recuperação das infra-estruturas e actividades económicas e sociais afectadas pelos incêndios que lavram desde segunda-feira na ilha.

“Face à dramática situação a que temos assistido na Madeira, temos a responsabilidade de apoiar estas populações no que pudermos. Os fogos estão a deflagrar um pouco por todo o país e, infelizmente, têm assinalado os nossos Verões da pior forma. Era importante que a defesa da floresta fosse considerada com seriedade e prioridade e que, além disso, não se deixassem impunes os responsáveis por estas calamidades”, declarou o presidente da Câmara de Castro Marim, Francisco Amaral, agradecendo ainda aos bombeiros que têm combatido os incêndios até à exaustão.

Os incêndios na Madeira começaram na segunda-feira e confirmaram-se três mortos, dois feridos graves, cerca de mil desalojados e evacuações de dois hospitais, lares de idosos e alguns hotéis.

A Câmara de Castro Marim agradece “a compreensão da empresa Algarpirotecnia, que abdicou dos serviços já contratualizados”.

Facebook Comments

Comentários no Facebook