Comitiva líbia e especialistas na área da saúde visitam Vila Real de...

Comitiva líbia e especialistas na área da saúde visitam Vila Real de Santo António

150
PARTILHE
- Pub -
Luís Gomes adiantou que a comitiva líbia será “composta por 16 pessoas”

Uma comitiva líbia de autarcas e responsáveis da saúde inicia esta quarta-feira uma visita a Vila Real de Santo de António, promovida pela autarquia em representação da Assembleia Regional e Local Euro-Mediterrânica (Arlem) do Comité das Regiões da União Europeia, e que se prolongará até ao próximo dia 4.

O presidente da Câmara de Vila Real de Santo António, Luís Gomes, explicou que foi “incumbido de organizar” a deslocação desta comitiva, com o objectivo de “prestar apoio à criação de uma rede de cuidados de saúde” na Líbia, no âmbito das funções que desempenha no Comité das Regiões (CoR).

“É sobretudo uma visita de reflexão, de debate. É uma jornada que visa a discussão de um conjunto de assuntos, sobretudo muito focados em como se pode organizar um sistema de saúde de base local, digamos assim, num país que está a atravessar uma dificuldade muito grande e que a União Europeia (UE) tem vontade de contribuir para a sua reconstrução”, afirmou o autarca sobre a iniciativa, que decorre até domingo.

Luís Gomes disse ainda que, além do objectivo de “prestar apoio a estas entidades da Líbia, ao nível do poder local, na implementação e criação de uma rede de cuidados de saúde primários”, a visita vai permitir à comitiva líbia “projectos pioneiros que foram desenvolvidos em Vila Real de Santo António, e também noutras zonas do país, na área da saúde”.

“Estão previstas visitas a vários equipamentos de saúde na região do Algarve e em Vila Real de Santo António, como o centro de saúde, a clínica [privada] que existe [no complexo desportivo] em Vila Real de Santo António ou as Casas do Avô” espalhadas pelas três freguesias do concelho, referiu o autarca, pioneiro na criação de programas para tratamento oftalmológico a munícipes e nas parcerias com os serviços médicos cubanos.

- Pub -

Luís Gomes adiantou que a comitiva líbia será “composta por 16 pessoas” e acompanhada pela bastonária da Ordem dos Enfermeiros, Ana Rita Cavaco, do presidente da Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve, de representantes do grupo Hospital Particular do Algarve, entre outros.

Luís Gomes é membro da Assembleia Regional e Local Euro-Mediterrânica (Arlem) desde Outubro de 2015, no âmbito do seu trabalho no Comité das Regiões da UE, e vai “coordenar e dirigir os trabalhos” da visita em representação dos copresidentes da assembleia euro-mediterrânica, Markku Markkula, também presidente do CoR, e Hani Abdalmasih Al Hayek, autarca de Beit Sahour (Palestina), segundo a informação avançada pelo município algarvio.

A autarquia frisou num comunicado que a visita tem também “o apoio da Alta Representante para a Política Externa e Segurança da UE, Federica Mogherini, e integra-se na estratégia de Nicósia”, que definiu “uma lista de prioridades” para dirigentes locais da Líbia, na qualidade de país observador, “iniciarem um processo de parceria e partilha de ‘know-how’” com outros membros do CoR.

Gestão da água e tratamento (Múrcia, Espanha), gestão de resíduos sólidos (Antuérpia, Bélgica), administração pública local (Nicósia, Chipre), juventude, diálogo e luta contra a radicalização (Instituto para Economia e Paz, Mechelen, Bélgica) são outras áreas da cooperação com autoridades líbias, precisou.

(Agência Lusa)