Lagos aprova 45 bolsas de estudo para o próximo ano lectivo

Lagos aprova 45 bolsas de estudo para o próximo ano lectivo

290
PARTILHE
A atribuição de 45 Bolsas de Estudo no próximo ano lectivo significa um investimento por parte do município que ronda os noventa e cinco mil euros

No próximo ano lectivo estarão disponíveis para os estudantes de Lagos 45 bolsas de estudo, sendo que também podem ser admitidos a concurso candidatos detentores do grau licenciado, no âmbito de cursos com mestrado integrado. 

O número de bolsas de estudo a atribuir no município de Lagos aumentou de 35 para 45, com vista a dar resposta à procura de apoio que tem existido nesta área. Recorde-se que o ano passado foram inicialmente aprovadas 25 bolsas, sendo que mais tarde foi aberta a possibilidade para mais 10, tendo sido no total atribuídas 35 bolsas para o ano lectivo 2015/2016, numa altura em que foram admitidas a concurso 49 candidaturas.

Este ano, foi igualmente decidido não atribuir bolsas de investigação, canalizando para as primeiras [bolsas de estudo] a totalidade da verba disponível.
Cada bolsa de estudo tem um valor correspondente a 40% da remuneração mínima nacional, ou seja de 212 euros, de Outubro a Julho, sendo pagas mensalmente ao longo de 10 meses. Para membros do júri deste concurso, e para acompanhar a vereadora Sara Coelho, que detém o pelouro da Educação e que o presidirá, foram convidados o vice-presidente, Hugo Pereira e o vereador Luís Barroso.

Maria Joaquina Matos, presidente da autarquia, realçou a importância deste apoio na área da acção social escolar, voltando a defender que “em concelhos distantes dos meios académicos, como é o caso de Lagos, faz todo o sentido que o município, no âmbito das suas competências e na medida das suas possibilidades financeiras, possa apoiar alunos do concelho, favorecendo a sua qualificação e, por essa via, a sua empregabilidade, condição imprescindível à construção de um projeto de vida em termos profissionais, pessoais e familiares”.

- Pub -

A atribuição de 45 Bolsas de Estudo no próximo ano lectivo significa um investimento por parte do município que ronda os noventa e cinco mil euros.

Facebook Comments

Comentários no Facebook