Olhão alarga capacidade assistencial com aumento de camas nos cuidados continuados

Olhão alarga capacidade assistencial com aumento de camas nos cuidados continuados

119
PARTILHE
- Pub -
O Algarve é uma das regiões do país que neste momento oferece maior cobertura assistencial a nível de internamento em cuidados continuados integrados

A partir do próximo mês de Setembro, a Unidade de Média Duração e Reabilitação de Cuidados Continuados Integrados de Olhão, gerida pela Associação Cultural e de Apoio Social de Olhão (ACASO), vai alargar a sua capacidade assistencial com mais três camas, passando de 33 para 36 camas.

Com este reforço, a Região de Saúde do Algarve vai passar a dispor de um total de 529 camas de internamento destinadas a cuidados continuados integrados, sendo 69 camas de convalescença, 10 camas de paliativos, 143 camas para internamentos de média duração e reabilitação e 307 camas para internamentos de longa duração e manutenção.

O Algarve é uma das regiões do país que neste momento oferece maior cobertura assistencial a nível de internamento em cuidados continuados integrados. Também é a região que apresenta a taxa de ocupação mais elevada para todas as tipologias de internamento (UC – 96%; UCP – 94%; UMDR – 98%; ULDM – 99%).