Câmara da Olhão entrega livros e material escolar aos alunos do 1º...

Câmara da Olhão entrega livros e material escolar aos alunos do 1º ciclo

452
PARTILHE
António Pina, presidente da Câmara de Olhão, considera que a aposta na educação é uma prioridade

O Município de Olhão volta a oferecer os manuais escolares e respectivos cadernos de actividades a todos os alunos dos 2º, 3º e 4º anos do 1º Ciclo do ensino público do concelho. No total, este ano a autarquia vai investir cerca de 150 mil euros.

Esta medida, adianta o presidente da edilidade, António Miguel Pina, “vem complementar a oferta por parte do Ministério da Educação dos manuais ao 1º ano do 1º Ciclo. Para além desta medida, a autarquia vai também proceder à oferta dos cadernos de actividades ao 1º ano, bem como de material escolar a todos os alunos do 1º ciclo”.

Material representa um investimento de cerca de 150 mil euros

Entre 5 e 12 de Setembro, das 10 às 19 horas, proceder-se-á, assim, à entrega dos livros e material, com a seguinte calendarização: no dia 5, na Escola EB 2, 3 Dr. João Lúcio; no dia 6, na Escola EB 2, 3 Dr. António João Eusébio, no dia 7, na Escola EB 2, 3 Dr. Alberto Iria; no dia 8, na Escola EB 2, 3 João da Rosa, no dia 9, na Escola EB 2, 3 Dr. José Carlos da Maia e, finalmente, no dia 12, na Escola EB 2, 3 Prof. Paula Nogueira.

Para receberem este material, os encarregados de educação deverão fazer-se acompanhar pelo seu documento de identificação e do aluno.

- Pub -

No kit estão incluídos, para além dos manuais e respectivos cadernos de actividades, blocos, dossiês, capas, cadernos, micas, papel de seda ou de lustro, borrachas, lápis, esferográficas, lápis de cor, canetas de feltro, régua, esquadro, tesoura ou compasso, entre outros.

O calendário de entrega do material:

O executivo municipal considera que “a aposta na educação é uma prioridade” e pretende com este investimento promover a democratização do ensino, garantindo o direito a uma justa e efectiva igualdade de oportunidades ao acesso e sucesso escolares, principalmente nos níveis mais precoces de escolaridade, “onde deve ser assegurado um ensino universal e tendencialmente gratuito, de acordo com a nossa Constituição”, refere o presidente da Autarquia, António Miguel Pina.

Facebook Comments

Comentários no Facebook